O carrinho que Bruno Moraes deu no goleiro Mondragon, aos 47 minutos do segundo tempo de um jogo já decidido contra o Salgueiro, custou caro ao atacante do Santa Cruz. É que a Segunda Comissão Disciplinar do TJD-PE puniu o jogador com quatro jogos de suspensão pelo lance – ele já esteve fora dos dois últimos. A suspensão é válida apenas para duelos do Campeonato Pernambucano.

A decisão, no entanto, ainda não é definitiva. Cabe recurso.

Mas o Santa Cruz ainda não decidiu se vai recorrer. Quem explica é o vice-presidente jurídico do clube, Eduardo Lopes.

– O acórdão ainda não foi publicado, o que deve acontecer amanhã. Quando isso ocorrer, o clube terá três dias para recorrer.

Eu já comuniquei da pena ao departamento de futebol, mas ainda não definimos se entraremos ou não com a tentativa do efeito suspensivo.De acordo com a visão do diretor, a cautela é justificada porque o efeito suspensivo pode ter efeito contrário ao pretendido pelo clube.

– É algo que precisa ser avaliado. Porque o efeito suspensivo pode ser concedido agora, mas lá na frente a decisão pode ser mantida e ele pode ser obrigado a cumprir a pena em um momento mais decisivo ainda do campeonato.

É algo que o departamento jurídico, junto com o futebol, irá decidir.
.

Fonte: Globo Esporte