Com o Tupi-MG em situação delicada no Mineiro, o técnico Ricardo Drubscky pode ter mais uma dor de cabeça
para o confronto de domingo. Para a partida
fora de casa contra o Tricordiano, às 19h de sábado, no Elias Arbex, o comandante ainda não
sabe se vai poder contar com os zagueiros Hélder, com uma entorse no joelho
esquerdo, e Euller, com suspeita de dengue. Confiante na dupla de zaga Sidimar e Fabrício Soares, que foi titular em boa parte do Mineiro, o treinador Ricardo Drubscky espera ter a retorno dos jogadores, caso precise utilizá-los.

    – O Hélder realmente saiu machucado no último jogo, mas a gente espera tê-lo para a próxima partida. O Euller apresentou sintomas parecidos com os da dengue, e também será avaliado.

Mas vamos esperar até sexta-feira, antes da viagem, para saber se estarão à disposição. Temos uma zaga que foi titular à disposição.

Então, não estou muito preocupado não, a princípio – disse. No treino desta terça-feira, realizado no campo da AABB, o técnico não contou com os dois jogadores.

O zagueiro Hélder passará por mais uma avaliação do departamento médico para confirmar as reais possibilidades de entrar em campo no sábado, enquanto Euller vai passar por exames para confirmar o caso de dengue. Para tentar solucionar o problema do
setor defensivo do Carijó, o zagueiro Davi, que pertence ao Tupi-MG, mas estava
emprestado ao Formiga, voltou ao para o clube ter peças de reposição.

Em meia as baixas no setor defensivo, uma retorno. O lateral-esquerdo Thiaguinho se recuperou da dengue e treinou com a equipe nesta terça normalmente.

.

Fonte: Globo Esporte