Cada jogo como se fosse o último da carreira. É assim que o goleiro Glaysson tem encarado partida por partida que disputa pelo Tupi-MG. Não que o arqueiro, de 37 anos, esteja pensando em aposentadoria.

Nada disso. É apenas o modo que o atleta considera mais adequado para encarar os confrontos.

Diante da Caldense, neste domingo, às 16h, pela última rodada do Campeonato Mineiro, não vai ser diferente. Para referendar seus argumentos, Glaysson citou o calendário do Tupi-MG em 2016, que prevê a difícil disputa da Série B, e a importância da continuidade do trabalho para o sucesso do clube.

Assim, quer rendimento máximo contra a Veterana.- A gente tem que colocar todo jogo que fizer como o mais importante, sempre buscando a perfeição, melhorar em qualquer quesito.

O Tupi-MG tem um ano longo, uma Série B pela frente, e a gente sabe que no futebol sempre há reformulações, sempre algum jogador acaba saindo porque tem contrato ou proposta de outras equipes. Então temos de procurar fazer o máximo dentro de campo para mostrarmos nosso potencial e darmos continuidade ao trabalho com o professor Ricardo (Drubscky, técnico).

A gente sabe que, quanto mais jogadores continuarem, é sempre melhor, pelo fato de conhecerem e estarem acostumados com o trabalho – analisou o goleiro.Glaysson ressaltou também que o Tupi-MG ainda tem chances, mesmo que pequenas, de ser rebaixado, e que por isso o jogo de domingo merece total atenção.

Ele lembrou ainda a reação carijó no Estadual. A equipe saiu derrotada nas três primeiras rodadas, mas conseguiu boa recuperação para chegar à última rodada em boas condições de manter-se na elite.

– A gente tem um risco ainda. Mesmo que mínimo, há o risco, então temos de jogar para ganhar, ainda mais dentro de casa.

Temos de buscar fazer mais um bom jogo, como temos feito, e fechar esse campeonato com uma bela vitória e a quinta colocação, para quem sabe conquistar uma vaga na Copa do Brasil. Infelizmente tivemos um início muito ruim, mas a equipe mostrou um poder (de reação) muito grande depois, fazendo bons jogos.

É procurar manter o foco para terminar bem o campeonato – recomendou o arqueiro.No treinamento de sexta-feira, o técnico Ricardo Drubscky praticamente definiu a equipe do Tupi-MG que entrará em campo no domingo.

O time deverá atuar com Glaysson; Osmar, Sidimar, Fabrício Soares e Thiaguinho; Felipe Alves e Rafael Jataí; Michel Henrique, Willian Kozlowski e Hiroshi; Rubens.
.

Fonte: Globo Esporte