Criciúma precisava ganhar contra o lanterna, fora de casa, para se manter vivo na luta por uma vaga na final. Fez como pede o manual: saiu na frente, com gol de pênalti, cobrado por Elvis. Mas a equipe de Roberto Cavalo recuou demais e acabou sofrendo a virada, ainda mais doída, com gols aos 48 minutos do segundo tempo, praticamente no último lance – Hélio Paraíba fez os dois tentos do time de Palhoça.

 Roberto Cavalo, na coletiva após a partida, expôs sua visão do jogo. O comandante admite boa parcela de culpa na derrota, principalmente nas mudanças que executou durante o jogo.

 – Jogamos bem, saímos na frente, mas perdemos de virada. No final, (Guarani) conseguiu numa bola parada e agora é jogar o resto do campeonato buscando sempre as vitórias.

Errei nas mudanças, quando mexi o time se perdeu mais ainda dentro de campo, a ideia era vencer se expondo um pouco mais, tiramos dois volantes..

. Até criamos algumas chances até o gol da virada, mas o fator principal foram as mexidas que não deram certo.

Ao sofrer a terceira derrota no returno e continuar apenas com nove pontos dos 18 possíveis em seis jogos, as chances de brigar para chegar à final ficou ainda menor – Chapecoense e Joinville têm 13 cada e ainda não atuaram na sexta rodada. Roberto Cavalo foi enfático na sua previsão, mas lembrou da boa campanha do time apesar do grande número de jovens no elenco.

 – Quase impossível (vencer o returno). Nosso projeto, deixamos claro desde o começo, que é fazer um time forte para o Brasileiro da Série B.

O time cresceu antes até brigou pelo turno, muitos não acreditavam em Criciúma. Vamos reforçar cada vez mais nosso elenco, é visto a carência de alguns jogadores, estamos buscando, mas é importante passar que os que estão aqui estão fazendo o melhor dentro de suas condições.

 Em breve os principais trechos da coletiva do treinadorRECUOU DEPOIS DO GOL?
Quando você faz um gol é normal que o adversário vá para cima. Ele empataram o jogo,
começamos o segundo tempo, conversei no intervalo para fazer uma marcação melhor, em linha alta, e
aconteceu, achei que o time esteve bem, não jogo mal não.

Sabemos que alguns
jogadores tiveram queda de rendimento, é normal, mas achei que não foi tão mal. Ruim foi tomar o gol neda maneira que tomamos.

ESCALAÇÃO MUITO DEFENSIVA?
De maneira nenhum, tanto é que saímos na frente, No meu entender saímos bem,
tínhamos a opção de colocar o Saci (no começo do jogo), mas acertei, tanto que na entrada dele atrapalhou um
pouco, essa minha opinião, mas tem gente que sabe mais que eu e diz que está
errado. Estou tranquilo porque eu trabalho no dia a dia, sei o que está
fazendo, falando e jogando.

 
GUSTAVOGustavo foi uma surpresa,
dentro das condições dele, sabemos que tem dificuldade na parte técnica,
apostamos na estatura e por ser ounico centroavante que temos na ausência
do Bruno (Lopes – suspenso). Teve oportunidade de fazer, infelizmente não concluiu, teve duas
chances, e dentro da proposta lutou, brigou, mas não tanto quanto o jogador do
Guarani.

Você vê a diferença do (camisa) 9 para o 9. Pedi mais disposição, rapidez, e
quando atleta luta mais é premiado com o gol e vitória, foi o que aconteceu com
o centroavante do Guarani.

 GOLSMuito, preocupa, a primeira virada como cruzou o lateral esquerdo, pegou o Giaretta, experiente como é, já cobrei, não se admite uma bola alta o centroavante dominar no peito, já tinha cobrado o gol do He-Man contra o Figueirense. O centroavante não pode estar sozinho, a única função dos zagueiro é o centroavante, então não pode fazer gol.

Na bola parada erro de marcação visível, ninguém atacou, apesar da bola do Maranhão ser muito difícil de marcação e tomamos o gol da virada. REFORÇOSEstamos tralhando desde que chegamos.

Comissão e diretoria, já passei que o mercado Paulista, Gaúcho, Paranaense e Catarinense está em amandamento. Então é difícil trazer jogador que está atuando, tanto brigando para classificar ou para não cair.

Tem que esperar. Como sabemos, encerra-se as inscrições do Catarinense não tem motivo para trazer agora, o quanto antes melhor, mas estão em atividade, os clubes não liberam.

Alguns jogadores estão sendo disputados por outros clubes ,mas estou tranquilo, o grupo vai se fortalecer, alguns jogadores ainda vão evoluir, mas falei, ninguém consegue manter o campeonato inteiro 100%. PARA QUANDO?Mesma explicação.

Temos jogadores conversados, se desse pra trazer amanhã..

. Mas eles têm contrato em vigor.

Temos que esperar alguns campeonatos acabar. QUANTOS?Nós estamos perdendo o Alex, Natan, e vamos ter que reforçar.

De repente de 8 a 10 jogadores. MARANHÃOSe perguntar para qualquer um do estado, fora, o Criciúma é uma marca muito forte.

Esse moral o Criciúma tem. Estou realizando um sonho meu, estava num mercado bom e São Paulo, mas todo mundo quer vir para cá.

O Maranhão hoje foi um jogador participativo, bola parada muito boa, rápida, foi feito o contato, mas falei: presidente do Inter de Lages perguntou sobre o Isac, tem que ter calma, os caras estão jogando ainda, Maranhão precisa terminar o campeonato, existe interesse, mas quando chega na mão do empresário, eles pensam que o Criciúma, por ser uma marca forte, tem que gastar o que não tem. E não por ai, todos sabem que vamos fazer tudo com os pés no chão.

 CRIPIM AOS 43 DO SEGUNDO TEMPONão existe sorte, existe competência. Ele realmente precisa de mais oportunidade, aquela hora queria ganhar o jogo, precisava de alguém mais agudo.

Tirei dois volantes e perdemos o jogo. Isso acontece no futebol, por isso a estratégia de começar mais reservado, na marcação, é válido.

Guarani jogou a vida e conseguiu a vitória. Não é colocar o Cripim no desespero, e sim por uma jogada, ele treinou melhor essa semana.

Ele teve uma lesão quando chegou, os outros estão na frente, não vou mudar. DESAPONTADO?Não, de maneira nenhuma.

Lógico que queremos vencer, ganhar, chegar. Mas nosso projeto está em dia.

Sabemos que há muito tempo o Criciúma não ganha um titulo, 20 anos e dois titulo é pouco, mas infelizmente perdemos e estamos dizendo adeus ao título esse ano, mas existe um projeto, programação. Estou contente porque encontro torcedor na cidade e dizem que já é um ganho em comparação ao ano retrasado e passado.

Avaí apostou na base e está brigando par anão cair, nós apostamos na base e estamos em segundo no geral ainda. Tem muita coisa para acontece.

Vencendo as partidas que restam agora dá credibilidade para a Série B e Copa do Brasil. Estou tranquilo, sei que doi no coração do torcedor, mas estou tranquilio porque sei o que estou falando e fazendoCONVERSA DEPOIS DO JOGONão conversei ainda, vou cobrar porque o Criciúma não foi aquele que conhecemos.

Dentro de casa tivemos depois que tomamos o gol do Figueirense o time se abateu. hoje tivemos altos e baixos, alguns jogadores não renderam aquilo que se espera.

Time tem certa dificuldade para se manter, mas sei que ainda vão evoluir muito e os que estão por vir com certeza vão reforçar o grupo para ter um time forte na Série B do Brasileiro. 
.

Fonte: Globo Esporte