A Confederação Brasileira de Remo (CBR) definiu nesta terça-feira os barcos que ficarão com as vagas conquistadas no Pré-Olímpico do Chile, realizado no último dia 25 de março. Campeões em Valparaíso, as duplas formandas por Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi, no feminino, e William Giaretton e Xavier Vela, no masculino, foram confirmados. Com a escolha, a campeã mundial Fabiana Beltrame, que ficou em segundo lugar na categoria single skiff, ficou longe do Rio 2016.

Atleta do Vasco, Beltrame ainda tem uma pequena chance de ir às Olimpíadas, uma vez que a CBR pretende fazer um apelo para que o Comitê Olímpico do Brasil (COB) peça à Federação Internacional de Remo (Fisa) e ao Comitê Olímpico Internacional (COI) que o Brasil esteja presente nas quatro provas nas quais se
classificou no Pré-Olímpico do Chile. Caso o pedido seja aceito, o outro remador beneficiado seria Steve Hiestand, terceiro lugar no single masculino.

De acordo com as regras da Fisa, o país que tenha classificado mais de um barco deverá optar apenas por
um de cada gênero. A regra tem como objetivos colocar o maior número
possível de países e fomentar o equilíbrio entre gêneros no evento.

As provas de double skiff peso-leve foram vencidas pelas duplas do
Brasil, tanto no masculino quanto no feminino, um feito inédito para o remo brasileiro, o que acabou sendo determinante para a confirmação das classificações de Fernanda Nunes, Vanessa Cozzi, William Giaretton e Xavier Vela. Atleta mais renomada da seleção brasileira de remo, Fabiana Beltrame tem no currículo a participação em três Olimpíadas, o título mundial de 2011, diversas medalhas em etapas da Copa do Mundo, além da prata nos Jogos Pan-americanos de Toronto, no ano passado.

.

Fonte: Globo Esporte