por

Rodolfo Gaioto

Publicado às

18:01 de
24/03/16

223 leituras

CHOCOLATES INESQUECÍVEIS: FLAMENGO DEVOLVE GOLEADA NO BOTAFOGO E LAVA A ALMA EM 1981CHOCOLATES INESQUECÍVEIS: EM 2015, FERROVIÁRIA PASSOU POR CIMA DO MONTE AZUL COM GOLEADA HISTÓRICA; RELEMBRE
Aquele foi o segundo Barcelona x Santos de Neymar, o primeiro pelo clube catalão. Antes, o brasileiro já havia jogado a final do mundial de clubes em 2011. Para o brasileiro, era a realização de um sonho.

Para o Santos, a oportunidade de mostrar que a recente goleada de 4 a 0 não passou de um acaso.
Para o Santos, deu tudo errado.

Pela segunda vez em menos de dois anos, o Barcelona atropelou o Santos numa partida que mais parecia uma luta de boxe. O Santos acuado no canto do ringue, enquanto o Barcelona amaçava suas luvas no oponente.

Nada mais, nada menos que oito golpes num só jogo.
Primeiro tempo: 30 minutos, 4 gols
O Barcelona começou o jogo sem Neymar, que fazia seu primeiro jogo após transferência para o clube.

Era a apresentação do elenco para a temporada 2013/14. Do banco, o brasileiro viu seus novos companheiros se divertirem e, com Messi, Léo contra, Sánchez e Pedro.

As câmeras filmavam a reação de Neymar, que mesmo constrangido, comemorava os gols de sua nova equipe.
Segundo tempo: Neymar e mais 4 gols
Tatá Martino colocou então na segunda etapa sua nova estrela para participar do show, enquanto o Santos, que trocou de goleiro tentando (em vão) evitar mais vergonha, seguia apático e levando pancadas.

Neymar não marcou, mas deu uma assistência para um dos dois gols de Fábregas, e viu o brasileiro Adriano e até o desconhecido Dongou fecharem o massacre.
O jogo esteve nos Trending Topics do twitter durante um bom tempo.

No Brasil, o santos foi motivo de piada:
RELEMBRE OS MELHORES MOMENTOS DESSE CHOCOLATE:
FICHA TÉCNICA: Barcelona 8 x 0 SantosData: 2 de agosto de 2013Local: Camp Nou – Barcelona (ESP)Gols: Messi, aos sete, Léo, contra, aos 11, Alexis Sánchez, aos 21, e Pedro, aos 28 minutos do primeiro tempo; Fábregas aos sete, e aos 22, Adriano, aos 29, Dongou, aos 37 do segundo tempo. Barcelona: Victor Valdés (Pinto); Daniel Alves (Montoya), Piqué (Bartra), Mascherano (Bagnack) e Jordi Alba (Adriano); Busquets (Song), Xavi (Sergi Roberto) e Iniesta (Fábregas); Alexis Sánchez, Pedro (Neymar) e Messi (Dongou).

Santos: Aranha (Vladimir); Rafael Galhardo (Cicinho), Edu Dracena, Durval (Gustavo Henrique) e Léo (Mena); Arouca (Alan Santos), Cícero, Leandrinho (Léo Cittadini) e Montillo (Pedro Castro); Neilton (Giva, depois Victor Andrade) e Thiago Ribeiro (Willian José, depois Gabriel).

.

Fonte: Torcedores.com