Em 24 de Janeiro de 2010, Vasco e Botafogo se enfrentavam no Engenhão pela terceira rodada da Taça Guanabara. O time da estrela solitária contava com a estreia de Loco Abreu no ataque. Já o time da colina, tinha um experiente Dodô e uma promissora joia da base, Philippe Coutinho, no comando de ataque da equipe.

O resultado foi um verdadeiro massacre: 6 a 0 pro Vasco, com direito a três gols de Dodô e dois de Coutinho. Vamos relembrar os detalhes da partida nesta matéria:
No início da partida, Dodô recebeu todo o o ”carinho” da torcida do Botafogo o chamando de ”mercenário” e ”traidor” toda vez que ele tocava na bola.

Mas isso não afetou o seu desempenho em campo, já que aos 3′ minutos ele abriu o placar, passando pelo marcador e chutando rasteiro de fora da área, sem chances pra Jefferson. A situação do alvinegro piorou quando aos 14′ minutos, Eduardo fez falta dura em Souza e foi expulso direto.

Aos 32′, se deu continuidade ao show particular de Dodô. Carlos Alberto cruzou na área, Antônio Carlos vacilou no lance deixando a bola passar e o camisa 10 esticou a perna para fazer seu segundo gol.

Dois minutos depois, em contra-ataque, ele recebeu de Souza em velocidade na entrada da área e com um leve toque encobriu Jefferson.
No segundo tempo, foi a vez de Philippe Coutinho brilhar, mas antes aos 12′ minutos, Léo Gago em cobrança de falta, soltou um foguete de fora da área, Jefferson falhou no lance e a bola morreu no fundo do gol.

Aos 14′ Dodô rolou para Coutinho, que com calma ganhou na velocidade do zagueiro e tocou na saída do goleiro alvinegro.
Momento em que Coutinho vence Jefferson.

Divulgação\ forum. netvasco.

com. brO ritmo do Vasco diminuiu e somente aos 34′ minutos o placar foi ampliado.

Triangulação entre Coutinho, Thiago Martinelli e Rafael Coelho, este último deu passe açucarado para o camisa 30 invadir a área e chutar no canto alto da meta. O gol deu números finais a goleada vascaína.

Essa sem dúvidas foi a melhor performance de Dodô com a camisa do Vasco. A rápida passagem do Pequeno Príncipe da Colina nos profissionais também teve seu auge no sonoro 6 a 0.

O jovem volante Souza, que ainda dava seus primeiros passos no time principal, também se destacou, não só por dar uma assistência, mas por comandar o meio campo vascaíno com precisão na saída de bola e apoiando bem o ataque.
A partida foi histórica e sempre ficará marcada na memória do torcedor vascaíno.

O Dodô que todos estavam acostumados a ver finalmente desencantou, sendo decisivo e marcando gols que fizeram jus ao seu apelido. Coutinho deu uma pequena amostra do que estava por vir dele na Europa alguns anos depois.

Sendo decisivo como é hoje no Liverpool, o jogador comandou as principais investidas do time no ataque.
Reveja os gols do jogo, na matéria do Globo Esporte:

.

Fonte: Torcedores.com