Este Gre-Nal aconteceu num domingo de Dia dos Pais, um 9 de agosto de 2015. Era a 17ª rodada do Brasileirão, o Grêmio buscava entrar no G4 (e entrou, saltando cinco posições) e o Inter fugir de uma crise. Afinal, a direção colorada demitiu Diego Aguirre dias antes do clássico, e a equipe foi comandada pelo interino Odair Hellmann.

Pelo lado Tricolor, Roger Machado era o técnico do time.
Via de regra, um clássico de futebol é decidido nos detalhes, ao menos é o que muitos dizem.

Imagina então, o que os gremistas pensaram quando o Douglas perdeu um pênalti logo aos 11 minutos do primeiro tempo? Logicamente eles ficaram aflitos, gritaram de raiva na Arena. Mas o erro foi apenas um adiamento do que estava para acontecer.

O Grêmio conseguiu se manter forte na partida. O primeiro gol saiu aos 34 minutos, depois de uma cobrança de escanteio, Giuliano pegou o rebote e soltou a bomba com a perna esquerda: 1 a 0.

Mesmo sem D’Alessandro, o Inter se manteve equilibrado. Mas o equilíbrio durou apenas alguns minutos.

Aos 42 minutos do primeiro tempo, Erazo desarmou e lançou Luan, que chutou de fora de área para ampliar o placar: 2 a 0.
Para o segundo tempo, o técnico interino do Inter tentou mudar o panorama: tirou Anderson e colocou Alex.

Mas de nada adiantou. O Grêmio voltou com o mesmo ritmo que acabou a primeira etapa.

Aos 3 minutos do segundo tempo, Luan marcava mais um gol e levava os gremistas à euforia total: 3 a 0.
Para revezar os atacantes, Roger Machado substituiu Pedro Rocha por Fernandinho.

O jogador entrou com energia de sobra. E sobrou.

O atacante não marcava fazia quase um ano. Em um contra ataque fulminante, Fernandinho driblou Alisson e marcou mais um: 4 a 0.

Para fechar a conta, Fernandinho, já no fim do jogo, cruzou para dentro da área e o zagueiro Réver fez contra: 5 a 0. Quando o juiz apitou o fim da partida, estava escrita a história: o Grêmio massacrou o Inter na Arena.

Todos os cinco gols da partida vocês podem conferir no vídeo abaixo. A filmagem foi feita pela ESPN e publicado no YouTube.

.

Fonte: Torcedores.com