O técnico Claudinei Oliveira quer resgatar o frio na barriga e a fome de vitórias do Paraná Clube para o mata-mata do estadual. Ele avalia que o time acabou perdendo o estímulo de conquistas por ter garantido a classificação de forma antecipada e o resultado foram as quatro últimas partidas da primeira fase sem vitória. Apesar disso, o time terminou na liderança.

O próximo compromisso será contra o Foz do Iguaçu, às 18h30 (horário de Brasília) de domingo, no Estádio do ABC.- Passei para os atletas que tem que
retomar como se fosse começar tudo de novo, aquele friozinho na barriga,
aquela vontade de mostrar que somos bons.

Quando você conquista as
coisas muito rápido, acaba perdendo um pouco isso. Já não tem aquela
ansiedade do próximo jogo.

“Pô, já estamos classificados e vamos jogar
mais um jogo? Vai ficar em primeiro, segundo ou o terceiro, não cai
abaixo disso”. Então, vai perdendo aquela
ansiedade positiva.

Temos que resgatar a fome de
disputar todas as bolas e de ganhar todos os jogos. Todo
mundo tem que voltar a ter aquela expectativa do que vai acontecer, já
que são jogos de mata-mata.

Esperamos dar conta do recado – falou em coletiva na sexta-feira.O objetivo é buscar um resultado positivo para evitar surpresas contra o oitavo melhor da primeira fase.

A única vantagem do Paraná Clube, líder, é decidir a vaga para a semifinal como mandante. Dois resultados iguais levam a disputa para os pênaltis.

Tem que criar variações até porque estão estudando o Paraná, o Paraná
não é mais surpresa. Todo mundo começa a se preocupar, a marcar nossas
jogadas – Tem que voltar com uma vantagem de lá ou ampliar a vantagem que a gente já tem seja como for, com uma vitória simples ou com uma vitória com uma margem maior.

Isso nos dá uma margem de erro, tem que buscar a margem de erro no mata-mata porque os erros sempre acontecem. Futebol é um jogo de erro.

Se você vai para lá simplesmente em empatar, você pode estar empatando o jogo aqui, um jogador escorrega, levamos o gol e aí este jogador acaba sendo culpado por tudo de ruim que aconteceu, e o erro não começou ali. Então, não pode deixar para o final.

Tem que já nesta primeira partida, respeitando o Foz do Iguaçu, buscar a vitória.Para o duelo com o Foz, o time tem os retornos do zagueiro Alisson, do meia Nadson e do atacante Robson.

O provável
Tricolor tem Marcos; Nei, Zé Roberto, Alisson
e Fernandes; Jean, Lucas Otávio (Anderson Uchoa), Nadson e Válber;
Robson e Lúcio Flávio. O lateral-direito Dick, que também volta após suspensão, fica no banco de reservas.

O técnico Claudinei Oliveira diz que este time, que já não é mais surpresa no Campeonato Paranaense, precisa buscar alternativas para escapar da marcação dos adversários.- A gente tinha encaixado muito bem com o Lúcio, o Robson e os outros dois chegando, o Nadson e o Válber.

Perdemos o Lúcio, tentamos encaixar outra forma de jogar, até vencemos o Atlético em um jogo atípico, mas não conseguimos reeditar aquele entrosamento. É isso que a gente tem que buscar nos treinamentos.

A gente tem feito os trabalhos com os quatro juntos para procurar a melhor formação. Se vai ser com o Nadson na beirada, se vai ser com o Nadson por dentro, os dois atacantes enfiados ou uma linha de três por trás.

..

Tem que criar variações até porque estão estudando o Paraná, o Paraná não é mais surpresa. Todo mundo começa a se preocupar, a marcar nossas jogadas, nossa forma de jogar.

Tem que criar alternativas.Confira tambémConfrontos das quartas de final do Campeonato ParanaenseIngressos à venda para o primeiro jogo das quartas de finalCom grupo enxuto, Claudinei não prioriza uma competição”É impossível pensar no Paraná sem a Vila”, diz presidenteA partida entre Foz e Paraná, às 18h30 de domingo, terá a arbitragem de Rogério Menon da Silva.

Ele será auxiliado por Antônio Marcos de Andrade e Eduardo Teixeira Furiatti.O Premiere FC transmite o jogo através do sistema pay-per-view, e o GloboEsporte.

com acompanha em Tempo Real, com vídeos dos principais lances, a partir de 17h30.Confira mais notícias do esporte paranaense no globoesporte.

com/parana
.

Fonte: Globo Esporte