A vitória veio. O Inter fez 4 a 2 no Novo Hamburgo no sábado e, de quebra, pôs fim ao incômodo período de quatro partidas sem triunfos. Mas Muriel poderia ter deixado o Beira-Rio com mais motivos para celebrar.

O goleiro completou 200 jogos pelo clube. Porém, falhou nos dois gols do adversário (reveja os lances no vídeo acima).

Ouviu as críticas da torcida e, sem se eximir de culpa, prometeu analisar os erros para se aprimorar nas próximas oportunidades. O que pode ser tarde, já que a direção começa a se mexer atrás de jogadores que possam reforçar o elenco, e um goleiro está na lista.

LEIA MAIS> Anderson vira o jogo em tarde de artilheiro> Confira o Pacotão de Inter x Novo Hamburgo> Presidente cogita até cinco reforçosComo Alisson segue a serviço da Seleção, coube ao mais velho dos irmãos Becker novamente ser o goleiro de Argel. A marca festiva, entretanto, dividiu espaço com o mais um desempenho vacilante.

Na última quarta-feira, havia sofrido gol por baixo das pernas na semifinal da Primeira Liga, contra o Fluminense.No primeiro tento da equipe do Vale do Sinos, não conseguiu segurar a cobrança de falta de Kiros e rebateu para frente.

Ali, entrava Anderson Paraíba, que mandou para o fundo das redes. Após a partida, Muriel comentou sobre o lance e admitiu que errou:– Eu pedi quatro jogadores, demoramos para montar a barreira.

Assumo minha responsabilidade. Preciso pegar a bola ou mandá-la o mais longe.

Serve de aprendizado. Nem tudo sai como você quer.

Analisarei como faço sempre.Após o episódio, ficou claro o descontentamento do goleiro, que reclamou com os parceiros.

Pouco depois, ao receber um recuo, precisou lidar com as vaias dos torcedores.Na segunda etapa, Muriel voltou a ter participação em gol adversário.

Robinho cobrou falta fechada pelo lado esquerdo de ataque do Novo Hamburgo. A bola passou por Fabinho e Paulão.

Quando tentou reagiu, o goleiro a viu passar por baixo de seu corpo. Não posso me abater, não me escondo.

Treino muto forte e tenho que seguir trabalhando.– Foi uma bola forte.

Não sei se o batedor quis (chutar a gol). Ela passou.

Tinha muita gente à frente. Quando vi, tentei reagir, mas bati com a cabeça na trave.

Não consegui ajudar ali. Acontece – resignou-se.

Reserva de Alisson, Muriel disse que a sequência de jogos ajuda a ter mais reflexo. No entanto, admitiu que a falta de ritmo não justifica os gols sofridos, até pela intensidade da rotina de trabalhos no Centro de Treinamentos do Parque Gigante:– Me cobro muito.

Preciso ter a frieza e sei que posso fazer melhor. Não posso me abater.

Não me escondo atrás disso. Treino muto forte.

Tenho que seguir trabalhando. Questionado se o pupilo havia falhado, Argel se manteve fiel em seu estilo.

Tirou a responsabilidade do goleiro e assumiu os erros. O treinador justifica que ele escala os jogadores e precisa arcar com as consequências.

– Não vamos justificar aqui se não joga o fulano ou cicrano. Temos confiança no Alisson, no Muriel, no Keiller e no Jacsson.

Estão bem trabalhados. Pensamos em um grupo.

Se houve falha, que acho que houve, tem que ser creditada a mim – comentou Argel, para depois emendar que aguarda o retorno de Alisson da Seleção para confirmar o arqueiro na próxima quinta, contra o Brasil de Pelotas: – Vamos esperar. Se (Alisson) estiver disponível, é o titular.

É um dos capitães da equipe. Vamos esperar e ver o que a gente pode fazer até quinta.

Como Alisson está negociado com o Roma, a direção busca um nome para a posição, mesmo que não admita publicamente. Danilo Fernandes é o favorito.

Diego Cavalieri admitiu que foi procurado pela cúpula colorada no final do ano passado, mas já renovou com o Fluminense.Enquanto não deixa o Beira-Rio, Alisson atuará até o fim do primeiro semestre.

Conforme Argel citou, seu retorno na quinta-feira contra o Brasil de Pelotas é uma incógnita. Isso porque, dois dias antes, enfrenta o Paraguai pela Seleção.

Caso não tenha condições de atuar, o irmão mais velho receberá nova oportunidade para tentar provar que as falhas não passaram de deslizes. Confira todas as notícias do esporte gaúcho em www.

globoesporte.com/rs
.

Fonte: Globo Esporte