A vitória do Tupi-MG sobre o Tricordiano, em Três Corações, no último sábado, não serviu apenas para diminuir sensivelmente as chances de a equipe ser rebaixada para o Módulo II do Campeonato Mineiro. Com o três pontos conquistados na terra do Rei Pelé, o Galo Carijó igualou seu maior número de vitórias fora de casa no Estadual desde que voltou à elite, em 2007. Como encerrará a participação no torneio em Juiz de Fora, diante da Caldense, o Alvinegro de Santa Terezinha finalizou sua campanha nos campos adversários com três triunfos.

A marca é idêntica a das edições de 2007, 2008 e 2011.Em 2016, o Tupi-MG superou Tombense (2 a 0), Boa Esporte (1 a 0) e Tricordiano (1 a 0) fora do Mário Helênio.

O bom desempenho contrasta com o baixo aproveitamento dentro de casa, onde o Carijó obteve apenas uma vitória, sobre o Guarani-MG (3 a 1), em quatro partidas. Na entrevista coletiva pós-jogo contra o Tricordiano, o técnico Ricardo Drubscky analisou a situação.

Ele disse que a equipe não atua bem apenas fora de casa, mas lamentou duas das quatro derrotas no Municipal.- O Tupi jogou bem também em casa.

Jogamos muito bem contra o Villa Nova, deveríamos ter vencido. Eles tiveram um chute a gol e fizeram o gol.

Outra boa atuação foi contra o Atlético-MG, o 3 a 0 não espelha o que foi o jogo. A gente vacilou contra Uberlândia e Villa Nova.

Se tivéssemos vencido esses dois jogos, estaríamos brigando muito forte por uma vaga na semifinal. Mas torneio curto é isso.

São poucos jogos e uma falha determina muita coisa – avaliou Drubscky.Para se ter uma ideia da relevância da performance alvinegra longe do estádio Municipal, o número alcançado na atual edição do Mineiro é igual ao dos últimos três torneios somados.

No ano passado, a vitória sobre o Democrata-GV (1 a 0) foi a única conquistada fora de casa. Em 2014, o Tupi-MG não conseguiu três pontos em nenhum dos jogos nos quais não era mandante.

Assim como em 2016, Boa Esporte (2 a 1) e Tombense (2 a 0) também foram vítimas do Alvinegro em 2013, quando o Carijó conseguiu dois triunfos nas ocasiões em que esteve distante da torcida.
.

Fonte: Globo Esporte