O Capivariano depende de uma arrancada fulminante, bem como uma combinação de tropeços de adversários diretos, para evitar o rebaixamento no Campeonato Paulista. O técnico Roberto Fernandes reconhece a dificuldade de se salvar, mas pediu concentração e postura ao time para o jogo deste sábado, contra o Linense. Restam só quatro partidas para o fim da primeira fase.

LEIA MAIS: Primeira vitória fora quebra jejum de um mês e dá ânimo ao Capivariano– É mais um decisão que temos pela frente. Precisamos manter o foco e a concentração para buscar os pontos – afirmou o comandante, que dirigiu o time nas duas vitórias na temporada, sobre São Bernardo e Oeste, esta na última quarta-feira.

Para a primeira das quatro “decisões” que o Capivariano tem pela frente, Roberto Fernandes não conta com dois titulares. O zagueiro Leandro Silva (terceiro amarelo) e o volante Jácio (expulso) cumprem suspensão automática e forçam o técnico a mexer na base titular.

Na zaga, Wagner e Bruno Maia disputam a posição, mas o segundo deve ser o escolhido para formar dupla ao lado de Bonfim, por ter mais ritmo de jogo. No meio-campo, Chico e Fabrício Lusa disputam a preferencia do treinador.

O primeiro leva vantagem por ter entrado bem e marcado o gol da vitória sobre o Linense.O provável Capivariano para a partida deste sábado tem: Cléber Alves; Rafael Cruz, Bruno Maia, Bonfim e Vicente; Wigor, Maguinho, Chico e Kleiton Domingues; Rodolfo e Alex.

A equipe soma nove pontos no Paulistão e está em penúltimo lugar, a três pontos de sair da zona de perigo.
.

Fonte: Globo Esporte