Os jogadores do Palmeiras foram alvo de mais um protesto. Na tarde desta quarta-feira, quando Cuca comandava o fim da atividade do Verdão em Atibaia (SP), quatro torcedores apareceram ao lado do campo com mensagens contra o time. Além de gritos de “não somos palhaços”, o grupo levou uma faixa com um pedido de ajuda ao juiz federal Sergio Moro, que comanda a Lava Jato, operação que investiga casos de corrupção da Petrobras.

“Sergio Moro, Lava Jato no Verdão!” dizia a faixa levada pelos torcedores, que conseguiram entrar no complexo afirmando serem da comissão técnica palmeirense.O protesto foi rapidamente controlado pelos seguranças do Palmeiras, que fotografaram a placa do carro que levava os torcedores.

Na saída, o grupo, que é da cidade de Itapira (SP), ainda falou rapidamente com os jornalistas presentes em Atibaia para acompanhar a atividade comandada por Cuca. Veja também:> FAQs do Verdão: perguntas frequentes sobre a crise do Palmeiras> Palmeiras estuda a contratação do zagueiro Gum, do FluminenseNo último sábado, integrantes de uma torcida organizada do Verdão invadiram a Academia de Futebol, em São Paulo, para protestar contra os recentes resultados negativos da equipe no Campeonato Paulista e na Taça Libertadores da América.

Na ocasião, os palmeirenses chegaram a conversar com Cuca e alguns atletas do elenco.Sem vencer há quatro partidas, o Palmeiras ocupa a lanterna do Grupo 2 do Paulistão, com 15 pontos.

Neste momento, o clube ocupa a 14ª posição na classificação geral do torneio estadual, apenas uma acima da zona de rebaixamento. Nesta quinta-feira, o Verdão enfrenta o Rio Claro, às 20h30, no Pacaembu.

.

Fonte: Globo Esporte