O Guarani chega à última rodada da Série A2 do Campeonato Paulista em situação muito mais complicada do que gostaria. Ainda tem chance de classificação, mas depende dos resultados desta quarta-feira para saber pelo que jogará no domingo, em casa, contra o Barretos. Um dos motivos que explica a campanha decepcionante é o desempenho contra times que hoje brigam apenas para evitar o rebaixamento à terceira divisão.

Curiosamente, como foi no ano passado.LEIA MAIS: Reunião entre diretoria e elenco lava roupa suja no Guarani após vexameA síndrome de perder pontos valiosos para equipes em baixa tirou o acesso das mãos bugrinas em 2015.

 Sob a direção de Marcelo Veiga, o Guarani perdeu em casa para a Matonense, na quarta rodada (2 a 0), e também tropeçou no Comercial, em Ribeirão Preto (derrota por 1 a 0). Os dois adversários caíram para a Série A3, e o Bugre não retornou à elite do futebol paulista (ficou três pontos abaixo do Água Santa, o quarto colocado).

Nós nos colocamos nessa situação. Não vai fugir ninguém, tem que assumir a responsabilidade”A história se repete exatamente um ano depois.

 O Guarani conseguiu sofrer um empate do Rio Branco no Brinco de Ouro, perdeu para o Penapolense fora de casa e aumentou o número de vexames na última segunda-feira. Contra o já rebaixado Atlético Sorocaba, perdeu por 2 a 1, teve dois jogadores expulsos e ficou em situação delicadíssima para a rodada final.

>> Exame afasta diagnóstico de dengue em Fumagalli; meia fica em repouso– Coisa do futebol, não tem desculpa. Tinha que ter buscado a vitória – disse o meia Douglas Packer, autor do gol na derrota para o Atlético Sorocaba.

O Bugre terá obrigatoriamente que vencer o Barretos em casa e provavelmente torcer para algum concorrente tropeçar. União Barbarense, Velo Clube, Santo André e Votuporanguense, além do próprio Barretos, são os principais adversários do Bugre na luta pela classificação.

– Fica, sem dúvida (complicada a classificação). Nós nos colocamos nessa situação.

Não vai fugir ninguém, tem que assumir a responsabilidade de jogar domingo por uma vitória, com tudo ou nada – afirmou o técnico Pintado.
.

Fonte: Globo Esporte