A boa vitória de virada do Guarani de Palhoça sobre o
Criciúma deixou o técnico Sergio Ramirez satisfeito com a atuação da equipe e,
ainda mais, pelas chances de seguir vivo na luta contra o rebaixamento no
Catarinense. Consciente da situação complicada que o time vive na tabela, ele
espera que o grupo continue atuando em seu limite. 

 

– Quem trabalha comigo sabe que tem que tirar lá de
dentro, temos que buscar lá dentro, no próximo jogo precisamos mais, e eles
sabem disso, a vontade e dedicação tem que ser mais do que foi contra o
Criciúma – explicou o treinador após a vitória sobre o Tigre.

 

Para Sergio Ramirez, o jogo diante do Criciúma foi
vencido por conta da consciência defensiva que o grupo de atletas teve ao longo
dos 90 minutos. E, somente assim, que o gol da vitória pode sair, aos 48
minutos do segundo tempo.

 

 

– Nós tivemos uma disciplina de marcação mais ordenada do
que o Criciúma, pois o Criciúma tem mais qualidade. Às vezes você com um pouco
mais de qualidade acaba tendo menos preocupação com a marcação, e esses
jogadores as vezes você custa mais para mentalizar que tem de marcar de forma
diferenciada.

Jogamos contra um dos candidatos ao título, desde o início do
Campeonato.

 

O Guarani de Palhoça terá pela frente o Brusque, às 16h,
de domingo (10/04), no Renato Silveira, pela sétima rodada do returno.

 Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.com/sc
.

Fonte: Globo Esporte