Um encontro entre dirigentes do Corinthians e representantes do atacante Lucca está marcado para o início da próxima semana – provavelmente na segunda-feira – e dele pode sair a definição sobre o futuro do jogador, que tem contrato com o Timão até maio e espera renovar seu vínculo para continuar na equipe.A diretoria alvinegra ainda vê a questão salarial como um entrave para o acerto, mas diz que a diferença entre o que o Corinthians oferece e o atacante pede não é tão grande quanto se imagina. O empresário Fernando Garcia é quem representa os interesses de Lucca.

O Timão já se acertou com Cruzeiro e Criciúma para a compra de 60% dos direitos econômicos do atacante, que se tornou destaque do ataque alvinegro em 2016. O presidente Roberto de Andrade mostrou confiança em um acerto rápido.

– Estamos conversando. Não se trata de ganância quando você discute salário.

É uma discussão completamente natural, estamos conversando, não dá para falar mais do que isso – afirmou o presidente corintiano.Lucca tem se incomodado com a situação.

Depois do empate por 1 a 1 com o Independiente Santa Fe, em Bogotá, pela Taça Libertadores, ele disse que a indefinição sobre o futuro atrapalha seu desempenho dentro de campo. Por isso, a diretoria alvinegra espera que o entendimento entre as partes ocorra já na próxima reunião.

Com o imbróglio, os dirigentes procuraram Lucca para conversas nos últimos dias. O atacante manifestou o interesse de continuar no clube, o que tranquilizou a cúpula do futebol.

Outras equipes teriam procurado o jogador.E MAIS:> SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS NA TABELA DO PAULISTÃO> SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS NA TABELA DA LIBERTADORESO Corinthians se acertou com Criciúma e Cruzeiro há duas semanas.

O Timão vai adquirir 50% dos direitos que pertencem ao Tigre catarinense e outros 10% que são da Raposa. A negociação gira em torno de R$ 4,5 milhões.

.

Fonte: Globo Esporte