Numa semana em que o Flamengo uniu esforços para não perder a concentração na partida contra o Boavista, às 16h deste sábado, em Volta Redonda, uma exceção bastante especial foi aberta: na parte final do treinamento desta sexta-feira, crianças atendidas pela ONG SUAV – voltada para pequenos que têm autismo – fizeram a festa ao lado de jogadores como Guerrero, Emerson Sheik e Marcelo Cirino.A “invasão dos pequenos” se deu no momento em que boa parte dos jogadores treinavam faltas. Antes dos profissionais se aproximarem para abraçar, tirar fotos e autografar camisas, o preparador físico Alex Souto Maior dava atenção à molecada, que chutava bolas, se jogava no chão e distribuía sorrisos.

Em seu Facebook, na quinta-feira, Sheik já havia pedido aos torcedores em geral que se voltassem contra o preconceito aos autistas.Após esse combustível de força proveniente do carinho dos pequenos, o Flamengo, sexto colocado na Taça Guanabara com seis pontos, entra em campo neste sábado, às 16h, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

O adversário é o Boavista.
.

Fonte: Globo Esporte