A defesa do Santos está em alerta após sofrer três gols na partida contra o
Capivariano, no último domingo, pelo Campeonato Paulista. O técnico Dorival Júnior admitiu que é
preciso corrigir alguns erros defensivos e que o resultado de 5 a 3
“não foi normal”.Após falhas individuais contra São Paulo, Ferroviária e Capivariano,
Gustavo Henrique tem recebido críticas de parte dos torcedores.

Para o
companheiro David Braz, porém, elas são injustas.–
As pessoas têm que entender que há mérito do adversário.

Nós
conversamos e vamos trabalhar para melhorar. Tem muito o que evoluir.

No
Santos há cobrança e tem que estar pronto para qualquer situação.
O Gustavo Henrique tem história no clube e absorve bem isso.

 Estou de
volta para ajudar – disse David Braz em entrevista nesta terça-feira.Nos quatro meses em que David Braz ficou fora dos gramados por lesão, Lucas
Veríssimo se tornou titular e o Peixe contratou Luiz Felipe, além
de acertar a vinda de Fabián Noguera, do Banfield, para julho.

Para o
camisa 14, a concorrência na defesa é sadia.> TABELA DE GRUPOS DO PAULISTÃO> CLASSIFICAÇÃO GERAL DO ESTADUAL– É
bom, para o Santos ter qualidade.

Fico tranquilo. Não penso em quem vai
entrar no lugar.

Faço meu melhor. Você treina mais e corre mais.

Isso
que vou procurar fazer. Motiva ainda mais para trabalhar e fazer seu
melhor.

Quem vai ganhar com isso é o Santos. Não tem titular absoluto e
vai precisar ter rodízio.

Ano passado, precisamos descansar jogadores na
reta final, jogadores que vinham de uma sequência grande. O grupo está
ciente que todos são importantes – opinou o defensor de 28 anos.

Recuperado de lesão muscular na coxa esquerda, Braz voltou a ser titular
contra o Capivariano. Já para a próxima partida, contra o Grêmio Osasco
Audax, no domingo, o zagueiro deve formar a dupla de defesa com Lucas
Veríssimo, porque Gustavo Henrique está suspenso pelo terceiro cartão
amarelo.

*Colaborou sob supervisão de Ivair Vieira Jr
.

Fonte: Globo Esporte