Mesmo de longe, Didira continua tendo um carinho especial pelo ASA. Acompanhando o que acontece com a ex-equipe, o meia do CSA lamentou a queda do técnico Vica, mas entende a demissão como algo normal dentro do futebol brasileiro– É uma situação complicada. A gente sabe que é uma coisa que está acontecendo muito nos outros clubes brasileiros.

Mas muitas vezes acaba tumultuando o grupo, que acaba insatisfeito com a situação. Isso prejudica o rendimento dentro de campo.

Acho que se aconteceu alguma situação [para a demissão] que não estava fazendo bem a diretoria, infelizmente foi mais um treinador que saiu. Algumas pessoas estão felizes, outras não, mas isso faz parte do futebol.

+ Betinho Nascimento é contratado pela diretoria do ASA para substituir Vica + Novo técnico do ASA elogia Vica e diz que time vai brigar pela classificação+ Um dia após demissão, Vica afirma ter sido pego de surpresa: “Não esperava”Depois de passar muito tempo defendendo as cores do time arapiraquense, Didira não esconde que tem um carinho especial pelo time de Arapiraca. O meia diz que sofre com a atual situação do clube, que enfrenta problemas financeiros e que está na lanterna do hexagonal do Campeonato Alagoano, com poucas chances de classificação.

Esperançoso, o azulino quer ver o seu ex-clube se reerguendo e ele acredita que a chegada de Betinho Nascimento vai ajudar o Fantasma a se reencontrar na competição estadual. – Eu desejo sorte ao time do ASA.

Independente da equipe que eu estou agora, eu espero que o novo treinador que chegar no ASA possa fazer um bom trabalho. Eu tenho um carinho muito grande pelo ASA, pela história que eu tenho lá e por tudo que passei nesse clube.

Fico triste em ver a situação ruim que o clube está passando no momento, é um time de tradição. Tenho certeza que esse treinador que vai chegar vai fazer o melhor para ajudar a equipe – torceu.

.

Fonte: Globo Esporte