Pela primeira vez no ano, Jorginho terá que montar o Vasco
sem Julio dos Santos. Titular em todos os jogos da temporada, o paraguaio está
suspenso para o duelo com o Volta Redonda, no domingo, assim como Jorge
Henrique. O treinador, porém, tem diversas opções para montar a equipe.

Diguinho,
Bruno Gallo, Mateus Pet e Yago Pikachu surgem como os principais candidatos à vaga aberta.- São duas ausências consideráveis, jogadores
importantíssimos.

Eles não aparecem tanto para a torcida, mas para o conjunto
da equipe são importantíssimos. O posicionamento do Jorge Henrique facilita
muito o jogo do Julio César, do Andrezinho.

O Julio dos Santos não é diferente.
O desgaste é grande, então ele cumpre muito essa função tática – analisou o
auxiliar técnico Zinho.

Julio dos Santos começou a temporada como primeiro volante,
mas, com a entrada de Marcelo Mattos na equipe, foi adiantado e passou a jogar
pela direita no losango de meio de campo completado por Andrezinho e Nenê. A
atual posição ocupada pelo paraguaio é justamente a questão na hora de avaliar
um possível substituto: nenhum dos candidatos cumpre a mesma função do titular.

Contra o Flamengo, Diguinho foi o escolhido por Jorginho
para entrar no lugar de Julio. Entretanto, o treinador vê o jogador como
primeiro volante, mais preso à marcação.

No clássico, a parceria com Marcelo
Mattos fortaleceu o meio de campo e dificultou as jogadas do rival.Bruno Gallo foi o responsável por substituir Julio dos
Santos contra o Botafogo, quando o paraguaio cansou no segundo tempo.

Até
agora, teve poucas oportunidades na equipe. Na única vez em que foi
titular, contra o Friburguense, também atuou como primeiro volante, mas teve atuação abaixo do esperado.

Outra opção é Yago Pikachu. Lateral de origem, ele vem sendo
observado por Jorginho constantemente pela direita no meio de campo, inclusive
em trabalhos táticos e coletivos.

Ainda tímido em seu início no Vasco, o atleta
daria mais velocidade e ofensividade ao setor. Mateus Pet, por sua vez, começou a temporada atuando na posição de Julio, quando o paraguaio esteve recuado.

Mostrou dinâmica importante para a equipe, mas perdeu espaço na sequência com atuações tímidas. Ainda assim, é tratado com cuidado por Jorginho.

 
.

Fonte: Globo Esporte