O Santos tem um “aliado” nas negociações pelo retorno de Marquinhos
Gabriel à Vila Belmiro: Dorival Júnior. O técnico teve “várias conversas” com o meia
do Al-Nassr, da Arábia Saudita, e já espera pelo “belo reforço”. Mas, para isso, a
diretoria do Peixe terá que abrir os cofres.

O estafe de Marquinhos Gabriel aposta que o atleta deve ser liberado pela
quantia de 3 milhões de dólares (cerca de R$ 11 milhões), mas com
pagamento à vista. A primeira proposta do Alvinegro, de 2 milhões de
dólares parcelados, foi recusada.

– Várias
vezes (conversamos). Agora, aguardamos a definição.

Com o clube dele (Al-Nassr), é questão financeira. É de clube para clube.

Que ele quer vir,
todos sabem. Seria um belo reforço – disse o treinador em entrevista nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

Marquinhos jogou por empréstimo no Santos em 2015 e se destacou sob o
comando do técnico Dorival Júnior no segundo semestre, com nove gols em
44 partidas, depois de Geuvânio sofrer uma lesão. O Alvinegro
tentou sua permanência em definitivo, mas os 4 milhões de dólares pedidos pelos
árabes (R$ 16 milhões à época) inviabilizaram a contratação, e o
jogador retornou ao Al-Nassr para a disputa da Liga dos Campeões da
Ásia, com a promessa de ser liberado no meio do ano.

LEIA TAMBÉM: Presidente do Santos vai ao Peru na próxima semana por Marlos Moreno
Agora, o Santos tem o dinheiro para contratar o atleta. O
Peixe recebeu R$ 17 milhões pela venda do atacante Geuvânio e também
cogita utilizar parte do adiantamento de receitas de televisão para
repatriar o jogador.

A camisa 7, inclusive, está reservada para ele.*Colaborou sob supervisão de Ivair Vieira Jr
.

Fonte: Globo Esporte