Dunga comentou ainda, a ausência de um volante natural em sua escalação no segundo tempo, dizendo que os jogadores escalados já atuaram como volante em seus clubes de origem e, que o esquema, também foi testado nos treinos em campo reduzido: “(…) Se você pegar o histórico, Douglas Costa e Lucas Lima, por exemplo, já jogaram como volante. Não é improviso isso. É criatividade.

A vontade que os jogadores mostraram em reagir, em jogar coletivamente, é muito bom. Ficamos felizes”, concluiu.

Questionado pelo repórter da Globo, Mauro Naves, sobre qual a equipe que será convocada para a Copa América, e se, tentará fazer uma seleção que sirva de base para o Time Olímpico disse: “Já pensamos no assunto, porém, não queremos comunicar nada à imprensa, pois precisamos chegar em um bom senso junto aos clubes quanto a esta questão”.
Dunga ainda respondeu a questionamentos sobre a existência de pressão para deixar o cargo: “A responsabilidade é do treinador, ele faz uma equipe jogar.

Não é novidade nenhuma contestar. Você contestou Zagallo, Felipão, Parreira, todos campeões do mundo, e eu não ganhei Copa do Mundo (como técnico), então é normal ser contestado”.

A seleção volta a campo em 04/06, quando estreia na Copa América, contra o Equador, nos Estados Unidos. O grupo brasileiro na competição conta ainda com Peru e Haiti.

.

Fonte: Torcedores.com