O empate com o Uruguai por 2 a 2, na Arena Pernambuco, deixou o torcedor com um sabor amargo. Para Dunga, a partida teve dois tempos distintos, com supremacia da seleção brasileira nos primeiros 45 minutos e domínio uruguaio na etapa complementar. O comandante do Brasil analisou a troca de peças durante o jogo e destacou a dupla de ataque formada por Suárez e Cavani.

 – Primeiro tempo conseguimos encaixar bem a equipe, rodar a bola, aproveitar os espaços. No segundo tempo ficamos mais estáticos, sem a mesma circulação.

O Uruguai soube se aproveitar bem. Em um tempo o Brasil jogou, no outro o Uruguai.

Tentamos modificar com o Coutinho para dar mais velocidade, mas a equipe deles estava muito fechada. Renato Augusto recuou para melhorar a saída de bola.

Quando se faz gol, todo mundo participa, quando tomar todos são responsáveis. Não é fácil enfrentar Suárez e Cavani, jogadores de muita qualidade.

Em instantes mais detalhes
.

Fonte: Globo Esporte