1-Dunga
Definitivamente, Dunga não pode mais seguir no cargo de treinador da Seleção Brasileira de Futebol. Ele arma mal a equipe, diz que exige comprometimento, mas faz escolhas muito equivocadas. Seus auxiliares devem ficar o tempo todo quietos e não passam alguma diretriz boa ou ruim.

Quando tem Neymar em campo, é bola nele e o resto do time que se vire. Nesta noite, era bola no William e o resto da equipe que dê seu jeito.

Quando Ricardo Oliveira fez seu gol, ele logo foi sacado para a entrada de Jonas, e o certo seria manter o “Pastor” em campo com Jonas junto, só que ele é um homem de certezas arraigadas. Se o time joga uma vez bem em determinado esquema, ele não muda, não arrisca o diferente, fica preso e restrito naquela visão de mundo.

Dunga, enquanto você ficar preso ao rancor de 1990, você sempre será esse sujeito amargurado, que não enxerga além. Tenha uma postura de capitão que você um dia foi desse time, saia do cargo, deixe outros pensamentos estarem presentes no time.

2-Miolo de zaga
Miranda e Gil pareciam tão acordados quanto aquele cara que come uma feijoada num sábado a tarde e quer uma cama para cochilar. Presas fáceis, e permitiram dois gols que nem em brincadeira de quadra de salão se aceita.

3-Filipe Luis
Atuação fraca do lateral brasileiro, tímido no apoio e ruim na marcação.
4-Luiz Gustavo
Atuação apagada, medonha e horrorosa do jogador brasileiro.

Não apoiou, não defendeu, não atacou e não fez nada de útil. Foi o maior torcedor do Brasil no jogo, pois estava dentro de campo atrapalhando as jogadas.

5-Roque Santa Cruz
O veterano atacante paraguaio já tem mais de 30 anos, mas joga muita bola e quando entrou em campo fez toda a diferença para o Paraguai.
6-Daniel Alves
Não fez muita coisa durante o jogo todo, porém, apareceu na área e numa finta, empatou o jogo, salvando um precioso ponto em Assunção.

7-Alisson
Duas defesas a queima-roupa mostraram que ele tem qualidade e pode ser um dos valores a postular uma vaga na próxima Copa. Porém, uma andorinha só não faz verão…
Foto: Rafael Ribeiro/CBF

.

Fonte: Torcedores.com