Herói do Corinthians no empate por 1 a 1 contra o Santa Fe, em Bogotá, Elias havia deixado o Brasil desconversando sobre titularidade. Mas ele já sabia que, para Tite, sua presença era fundamental no confronto válido pela Libertadores. Em entrevista coletiva após a partida, o autor do gol do empate revelou que voltou a jogar antes do previsto pelos médicos.

– Agradeço a Deus por estar recuperado, a toda a parte médica do clube. Era para ter voltado só daqui a dois jogos (nas quartas de final do Paulistão).

Consegui fazer o que mais sei, que é tabelar e infiltrar. Estou muito feliz.

Esperamos com trabalho e humildade crescer e evoluir. Não temos limite para chegar – afirmou o camisa 7.

No último domingo, na derrota do Timão por 1 a 0 para o Palmeiras, Elias atuou por cerca de 60 minutos. Foi o primeiro jogo dele desde a fissura na fíbula da perna esquerda que o tirou de combate por quase 50 dias.

Sem Rodriguinho, machucado, o volante herdou a vaga no time.– Foi minha primeira lesão grave, fiquei muito tempo parado.

Meus companheiros me ajudaram muito. Acreditei no trabalho.

Domingo fizemos um jogo que não é o nosso, não conseguimos jogar. Hoje, no segundo tempo, conseguimos retomar nosso jogo de posse.

Saímos com um sabor de empate bom, principalmente pela nossa atuação.Comandante do Timão, Tite elogiou e agradeceu a presença de Elias em campo.

Ele lembrou que, em fevereiro, na estreia da Libertadores, ele já havia atuado lesionado contra o Cobresal.E MAIS> Tite valoriza empate do Corinthians: “Estamos acima do que eu imaginava”> Atuações: confira as notas dos jogadores do Corinthians após o empate– Reconhecimento ao Elias.

Mesmo sentindo, ele jogou contra o Cobresal por necessidade. Agora, o destino e o trabalho premiaram pelo retorno, coroando o trabalhando da equipe toda.

Líder do Grupo 8 com
dez pontos, o Corinthians define a classificação jogando em casa,
contra o Cobresal, dia 20. Dependendo dos resultados, até uma derrota
poder dar a vaga nas oitavas.

 
.

Fonte: Globo Esporte