Para o zagueiro Sandro, o resultado em 2 a 2 diante do Resende, em Volta Redonda, nesta quarta-feira (7), pela primeira fase da Copa do Brasil, veio como uma vitória. Isso porque o Ceará largou à frente, mas sofreu a virada e depois conquistou o segundo gol com o atleta Sandro. O zagueiro lamentou o espaço dado ao mandante no segundo tempo.

 – A gente deixou de pressionar, de ter mais posse de bola. Demos confiança para eles.

E foi dificultando. Foi chato, porque saímos na frente.

 O empate a gente leva como uma vitória. Dentro de casa, temos que pressionar um pouco mais para termos a vitória – afirma o zagueiro Sandro.

 O zagueiro também classifica como positiva a volta do treinador Sérgio Soares, que chega ao Ceará no dia 11. Para ele, o momento é de mirar a decisão no estadual, em que o Alvinegro busca classificar para as semifinais do certame.

O próximo desafio será diante do Uniclinic, domingo, no estádio Presidente Vargas, no bairro Benfica. – Temos que começar tudo de novo.

O Lisca deixou coisas boas. O Sérgio chega com novas ideias e é nova vida.

Teremos que virar o pensamento, porque domingo temos outra decisão – explicou o atleta. 
.

Fonte: Globo Esporte