Gama e Vila colocarão mais um capítulo na rivalidade regional das duas equipes nesta quinta-feira. Os dois times se enfrentam no Bezerrão, casa do Alviverde candango, às 19h, em jogo que vale uma vaga entre os semifinalistas da Copa Verde, competição que dá ao campeão um lugar na Copa Sul-Americana de 2017. Na partida de ida, as duas equipes ficaram no empate sem gols.

Para o Gama, o encontro com o Vila Nova vale como uma espécie de redenção para a equipe, que vive momento claudicante no Campeonato Brasiliense e vem de dois empates. Para os goianos, a partida pode significar a confirmação do bom momento vivido pelo Tigrão depois da demissão do técnico Leandro Niehues.

O empate sem gols no jogo do Serra Dourada, de certa forma, obriga o Gama a sair para o jogo. Um novo empate em 0 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis, enquanto qualquer outra igualdade com gols anotados garante o Vila Nova na fase seguinte da competição.

Desta forma, o técnico Arthur Bernardes, que tem apresentado dificuldades para escalar o time ideal do Periquito, deve mandar a campo uma formação ofensiva. O comandante do Alviverde ainda não sabe se contará com o atacante Rafael Grampola que, com dores na coxa direita, passou por avaliação médica e ainda é dúvida para o jogo desta quinta-feira.

– A gente espera um jogo difícil, onde a bola parada pode ser um fator importante para as duas equipes. Eles (o Vila Nova) têm um time alto, a gente tem que tomar alguns cuidados sobre isso.

Será uma partida muito tática – analisou o técnico do Gama. O Vila Nova vai ao Distrito Federal para o segundo jogo com o Gama
vivendo um momento muito melhor do que o que antecedeu a primeira
partida, no Serra Dourada.

O Tigre deu a volta por cima após a demissão
do técnico Leandro Niehues, emplacou duas vitórias e um empate com
Rogério Mancini no comando e garantiu classificação à fase semifinal do
Goianão. Além disso, o setor ofensivo voltou a funcionar, e Frontini e
Diego Cardoso balançaram as redes nos últimos compromissos.

Fato
importante para o clube colorado, que precisará de gols no Bezerrão para
voltar a Goiânia com a vaga.A arbitragem ficará a cargo de Edmar Campos Encarnação, de Mato Grosso do Sul, auxiliado pelos amazonenses Marcos Santos Vieira e Uesclei Regison Pereira dos Santos.

O brasiliense Vanderlei Soares de Macedo será o quarto árbitro.Vila Nova: o técnico Rogério Mancini manteve dúvidas em relação à lateral direita e
ao ataque.

Douglas Assis e Bruno Oliveira são as opções para o lado do
campo. Frontini e Diego Barbosa disputam uma vaga na frente.

O provável
time titular do Tigre tem: Wagner Bueno; Dougas Assis (Bruno Oliveira),
Vinicius Simon, Reginaldo e
Marinho Donizete; Leandro, Róbston, Zotti, Roger e Dudu; Frontini
(Diego Cardoso)Gama: sem saber se contará com o atacante Rafael Grampola e precisando do resultado positivo nesta quinta-feira, o técnico Arthur Bernardes deve mandar o Gama a campo da seguinte forma: Pereira; Dudu Gago, Eduardo, João Paulo e Makeka; Tiago Gaúcho, Lucas Judvan, Michel Pires e Fábio Gama; Willians (Dodô) e Formiga.Vila Nova: George Lucas, Vitor Rossini e Edson estão entregues ao departamento
médico.

Gustavo Geladeira, que ainda não atuou em 2016, segue em
tratamento após romper o tendão de Aquiles.Gama: Rafael Grampola, que não participou do jogo de ida, segue como dúvida e só terá a participação no jogo confirmada momentos antes da bola rolar.

.

Fonte: Globo Esporte