Os Estados Unidos precisavam da vitória contra a Guatemala, na noite desta terça-feira. Jürgen Klinsmann, principalmente. O técnico da seleção americana estava com o emprego em risco, e um resultado positivo era visto como essencial tanto para a classificação da equipe quanto para a manutenção do seu emprego.

E o triunfo veio, com goleada. Dempsey, Cameron, Zuzi e Altidore marcaram na vitória por 4 a 0, no Mapfre Stadium, em Ohio.

O resultado coloca os Estados Unidos na segunda colocação do grupo C da quarta e penúltima fase nas eliminatórias da Concacaf, com sete pontos. Está atrás do Trinidad e Tobago, que venceu São Vicente e Granadinas também nesta terça, por 6 a 0, e soma 10.

Os dois primeiros de cada chave passam para o hexagonal final.A partida foi marcada por um protesto inusitado pedindo a cabeça do técnico alemão.

Um banner com os dizeres “#fireklinsmann” (demita Klinsmann, em português), foi visto sobrevoando o estádio durante o jogo. Mas foi o treinador que saiu sorrindo no fim.

O placar começou a ser construído aos 12 minutos do primeiro tempo, com Dempsey. Geoff Cameron ampliou aos 36 e, pouco antes do intervalo, Graham Zusi fez o terceiro.

E quando o placar já parecia definido, aos 44 do segundo tempo, Altidore, que havia entrado no lugar de Bobby Wood, ampliou.
.

Fonte: Globo Esporte