O Estádio Robertão recebeu no final de semana o clássico municipal entre Serra e GEL, pela 1ª rodada da Série B do Campeonato Capixaba. E um jogador que atua pela primeira vez no Espírito Santo “roubou a cena” e foi o protagonista principal da goleada do Tricolor Serrano por 4 a 1. O meia Fabiano, camisa 10 do Serra, foi o autor de dois golaços (veja os gols), além de dar uma assistência para o gol do zagueiro Joaquim, em cobrança de falta.

O talento do jogador encheu de esperança os torcedores da Cobra Coral, na busca pelo retorno à elite do futebol capixaba. Mas Fabiano revela que contou com uma “ajuda caseira” para estrear em grande estilo e conta que sua mãe chegou a fazer uma previsão de que ele faria dois gols nessa sua primeira partida com a camisa do Serra.

– A estreia não poderia ter sido melhor. Já sabia que a torcida cobrava
bastante, e eu particularmente me cobro muito.

Então procurei me doar
para ajudar o Serra nessa primeira batalha, e graças a Deus deu tudo
certo. Ate postei um texto de que as palavras tem muita força, muitas
pessoas antes do jogo me mandaram boa sorte, e pra algumas eu falei que
iria fazer dois gols, que podia anotar e me cobrar.

Também minha mãe me
mandou mensagem antes do jogo, dizendo que tava esperando, que eu iria
fazer dois gols. Eu só tenho a agradecer a todos, aos companheiros, e
sempre procurar melhorar.

O primeiro jogo já foi, mas queremos muito
mais.Os dois gols marcados por Fabiano pelo Serra foram de extrema categoria.

O primeiro, aproveitando cruzamento e arrematando num voleio sensacional. Já o segundo, numa cobrança de falta magistral, sem chances para o goleiro adversário.

Os segredos para o bom desempenho: a prática do futsal aliada a observação e inspiração de craques europeus, como Zidane e Iniesta.- Joguei muito futsal, então isso pode ajudar bastante.

É difícil falar de
um só jogador que eu admiro, gosto de ver muita gente jogar, mas gostava e ainda assisto
vídeos de Zidane. Hoje em dia sou muito fã de Iniesta, do Barcelona.

Olhando ele jogar parece que o futebol é muito fácil (risos).O meia Fabiano Weege é gaúcho, nasceu no município de Pelotas, mas viveu grande parte de sua vida em Canguçu, cidade localizada na Serra dos Tapes, no sudeste rio-grandense.

Aos 24 anos e com 1,77 de altura, o jogador atuou por Brasil de Pelotas, Farroupilha, Sport Clube Rio Grande e Guarany de Bagé antes de vestir a camisa do Serra. Um ambiente totalmente novo para o atleta, que revela tirar de letra todas as dificuldades, principalmente a questão do calor capixaba.

– Então, o Fabiano é uma pessoa muito simples, humilde e acima de tudo um cara batalhador, que está na luta por um lugar ao sol como muitos outros. Foi muito fácil a adaptação, até me preocupava um pouco com o calor, mas essa época no sul é bem quente também.

Pra falar a verdade fácil nunca é (adaptação). Estava muito tempo sem sair da região, sempre em casa, e a partir do momento em que você vem pra outro estado, sempre se tem dificuldades, saudades da família e dos amigos, sempre se tem o preço a pagar, e muitas vezes o preço é alto.

Mas com os seres humanos que estão aqui, ficou fácil, porque são pessoas muito boas, todos com o mesmo intuito e que me ajudaram muito.Ainda é o começo da caminhada do Serra na Série B do Campeonato Capixaba.

A goleada logo na estreia dá um fôlego e tanto ao Tricolor Serrano e mostra às outras equipes que o Serra pode ser um adversário perigoso, principalmente atuando dentro de casa. O meia Fabiano conclama os torcedores a acreditarem no elenco, que está imbuído no objetivo de recolocar a Cobra Coral na elite, fato que não acontece desde 2012.

Se conquistar o título, o Serra chegaria ao bicampeonato da Segundinha Capixaba, porque foi campeão em 1997, ano da profissionalização do clube.- Deixo um recado a todos que estão na torcida por nós.

Não só eu, mas como todos que estão aqui, não deixem de acreditar na gente nem um segundo. Todos que estão aqui vieram pelo mesmo intuito, não viemos para passear, e não deixamos nossas casas, nosso “conforto”, amigos e família em vão.

Somos trabalhadores e vamos em busca das vitórias para colocar o Serra onde ele nunca deveria ter saído, que é na primeira divisão. Série B do Campeonato Capixaba Com a vitória sobre o GEL, o Serra começa a Série B na liderança, com três pontos ganhos, empatado com o Castelo, mas na frente pelo saldo de gols.

O Serra volta a campo no próximo domingo, dia 10, às 10h30, quando
encara o Tupy-ES, no Estádio Gil Bernardes, em Itapoã, Vila Velha.Para ler mais notícias do Globo Esporte Espírito Santo, clique em globoesporte.

globo.com/es.

Siga também o GE ES no Twitter e por RSS.
.

Fonte: Globo Esporte