É tudo ou nada para o Mogi Mirim nas três últimas rodada do Campeonato Paulista. E isso está claro no discurso de Flávio Araújo. Após a derrota, por 3 a 0, para o Novorizontino, o treinador cobrou mais atitude do elenco para que conquiste os pontos necessários e, assim, evite a queda do Sapo para a Série A2 de 2017.

O primeiro desafio, aliás, é nesta quinta-feira, às 17h, diante do São Bernardo, concorrente direto na luta contra o rebaixamento. – As atitudes tem que ser mais agudas, não é só falar, é ter atitude, o todo.

É atitude minha, dos jogadores. Tenho que escalar jogadores que tem atitude e vou procurar priorizar estes jogadores que tem atitude para que a gente possa se impor, se estabelecer e conquistar resultado contra o São Bernardo.

Vou priorizar uma escalação, uma formatação tática, com atitude. A gente não pode ser omisso.

Porque estamos na reta final e temos que ser 100% – disse o treinador.>> Ameaçado pela degola, Mogi aposta em bom retrospecto diante do BernôContra o Bernô, Araújo terá os retornos dos volantes Bruninho e Gabriel Dias, que estavam suspensos.

A dupla vai ocupar os lugares de Neto e Josa no meio de campo, enquanto a terceira mudança em relação ao jogo passado será a entrada de Lulinha ou Gustavo Costa na vaga do lesionado Jean Deretti, que foi substituído ainda no primeiro tempo após uma forte pancada. Desta maneira, o esquema com três zagueiros será mantido mais uma vez.

Desta maneira, o Mogi deve começar o confronto diante do São Bernardo com Daniel; Saimon, Renato Santos e Bruno Costa; Alex Reinaldo, Bruninho, Gabriel Dias, Lulinha (Gustavo Costa) e Bruno Teles; Keké e Léo Melo. Com 11 pontos, o Sapo pode chegar no máximo a 20 pontos caso vença seus três jogos que ainda restam.

Uma derrota neste caminho será fatal para que a queda para a Série A2 seja confirmada. Depois do Bernô, o time ainda pega Ituano e Palmeiras.

 
.

Fonte: Globo Esporte