Os dois encontros entre Coritiba e Toledo em 2016 não trazem boas lembranças ao Coritiba. Na quarta rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense, o Porco venceu o Alviverde por 3 a 2, no estádio 14 de dezembro. Além disso, o time do interior também venceu  durante a pré-temporada, no amistoso que terminou em 1 a 0 para o Toledo.

O reencontro válido pela fase mata-mata do estadual pode trazer ares de revanche para o torcedor alviverde, mas não para o grupo comandado pelo técnico Gilson Kleina. Entre o comandante e o elenco, os dois últimos duelos não têm tanto significado.

– Não tem revanche. Não é desculpa, mas na pré-temporada a gente vinha de de um trabalho físico forte e o time estava se acertando.

No Paranaense não fizemos um jogo ruim, mas perdemos oportunidades claras de gol que não costumamos perder – disse o atacante Kleber Gladiador em entrevista coletiva à imprensa. O discurso foi engrossado pelo meia Dudu, que prevê dificuldades no duelo marcado para as 11h (de Brasília) de domingo, em Toledo.

Para ele, o Coritiba deve jogar com tranquilidade para trazer um bom resultado para a capital paranaense.- Quem veste a camisa do Coritiba tem que ter sabedoria para fazer grandes jogos.

Sabemos que a cidade (de Toledo) toda vai estar mobilizada. Eles vão fazer de tudo para trazer a vitória e fazer um resultado favorável, porque sabem que jogar aqui (no Couto Pereira) é difícil.

É passar tranquilidade, mostrando que jogo é uma guerra. Temos que estar tranquilos para fazer um grande jogo – disse.

Confira tambémClassificação e jogos do ParanaenseIngressos à venda para o primeiro jogo das quartas de finalPor economia, Coritiba decide encerrar atividades da categoria sub-23Saída de Negueba pode causar problema tático dentro do CoritibaGilson Kleina convoca 22 jogadores para duelo contra o ToledoConfirmado como titular, o meia prega respeito ao Porco e pede que a equipe jogue com atenção redobrada.- É um jogo diferente, que precisa ter atenção e cuidado para neutralizar os pontos fortes deles.

São detalhes que resolvem uma partida, por isso temos que estar atentos do começo ao fim. Precisamos ter a cabeça no lugar e sabedoria para implantarmos o nosso jogo da melhor forma possível e, se Deus quiser, conquistar um bom resultado.

Eles têm jogadores de qualidade, que sabem jogar lá. Temos muito respeito pelo Toledo até pelos jogos que fizeram contra a gente.

Mas sabemos que podemos fazer um bom jogo e trazer um resultado bom de lá. Precisamos ter a cabeça no lugar, sabedoria, que temos a certeza de que vamos implantar o nosso jogo da melhor forma possível e, se Deus quiser, conquistar um bom resultadoUma das equipes que mais jogou no horário alternativo das 11h da manhã de domingo durante o Brasileirão do ano passado, o Coritiba minimiza as adversidades, como reitera Dudu.

– Sabemos que jogar no interior é bem difícil. É o clima, muitas vezes é o gramado.

Para quem quer ser campeão, temos que passar por todas as adversidades. Vai ser um jogo muito difícil.

O nosso objetivo traçado é ser campeão, então temos que passar por cima de tudo isso.Com Kleber Gladiador e Dudu à disposição, o Coritiba enfrenta o Toledo na abertura das quartas de final do Campeonato Paranaense às 11h (de Brasília) de domingo, no estádio 14 de Dezembro.

O Premiere (com Linhares Jr e Gil Rocha) transmite a partida e o GloboEsporte.com acompanha pelo Tempo Real, com vídeos exclusivos, a partir de 10h30.

Confira mais notícias do esporte paranaense em globoesporte.com/parana
.

Fonte: Globo Esporte