Atlético-PR ou Foz do Iguaçu? É com esta dúvida que o Londrina está se preparando nesta semana para as quartas de final do Campeonato Paranaense. A definição do adversário da próxima fase sai nesta quinta-feira, após o julgamento do recurso apresentado pelo Tubarão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar recuperar os seis pontos perdidos por causa da escalação irregular de Germano, na estreia do estadual. Caso reverta a situação, o time alviceleste fecha a primeira fase como líder e encara o Foz.

Se a decisão for mantida, o Londrina pega o Atlético-PR.– A
gente tem que pensar nos dois times, no Foz do Iguaçu e no Atlético-PR.

É a
primeira vez que vivo essa situação, mas isso não importa. Vamos trabalhar,
focar e buscar o objetivo de ser campeão – disse o lateral-esquerdo Paulinho.

O goleiro Marcelo Rangel elogiou os possíveis adversários e analisou que ambos possuem maneiras diferentes de jogar. Por outro lado, ele destacou que o Londrina também chega forte e focado para a disputa do mata-mata.

– O Foz apresentou no primeiro turno um bom futebol, com um meio-campo rápido, jogadores novos e de muita qualidade. O Atlético-PR é uma equipe de Série A do Campeonato Brasileiro, a gente conhece, é uma equipe forte e vem demonstrando isso durante os anos.

Independente de Foz ou Atlético-PR, temos que nos impor e mostrar nosso futebol para vencer as partidas. São equipes com um potencial muito grande, mas que vão enfrentar um Londrina muito forte – analisou.

> Confira a tabela do Campeonato ParanaenseQuestionado sobre qual adversário escolheria para enfrentar, o meia Rafael Gava apontou o Foz do Iguaçu. Para o jogador, desta forma o Londrina estaria com a melhor campanha da primeira fase e poderia decidir em casa os jogos das fases finais.

– Prefiro o Foz, porque assim classificamos em primeiro e,
consequentemente, vamos decidir em casa. Por esse lado, a gente prefere o Foz.

Avaliando os adversários, a gente teve bastante dificuldade em Foz, até por conta do cansaço
que a equipe sentiu na viagem. Foi um jogo bem difícil, é uma equipe leve, com
bom toque de bola.

O Atlético-PR é um time mais maduro, mais experiente, tem um
toque mais cadenciado. São duas equipes diferentes, uma com mais correria e
outra que joga mais com a posse de bola.

São jogos diferentes, cada um tem um
estilo de jogo, mas temos o nosso estilo de jogo também. Eles também estão pensando se vão pegar o Londrina ou
outro adversário – comentou Gava.

Na primeira fase, o Londrina perdeu para o Foz do Iguaçu, por 1 a 0, fora de casa, e empatou com o Atlético-PR, por 1 a 1, em casa. Caso enfrente o Foz, o jogo de ida será no estádio do ABC, no oeste do estado.

Se pegar o Furacão, o Tubarão faz a primeira partida no estádio Vitorino Gonçalves Dias (VGD), em Londrina.Confira mais notícias do esporte paranaense no globoesporte.

com/parana 
.

Fonte: Globo Esporte