incentivo financeiroO Campeonato Carioca não é nenhum sucesso de público já há algum tempo, nem mesmo se tratando de jogos dos quatro grandes. Quando o assunto são os duelos “pequenos x pequenos”, então, é aí que médias esdrúxulas de 300 torcedores, 200 – muitas vezes até menos de 100 – vêm à tona. Foi preocupada justamente com esses números que a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) resolveu tomar algumas medidas para atrair as pessoas aos estádios novamente.

Como a de trocar garrafas pet por ingressos, por exemplo.Essa campanha foi iniciada na segunda fase da competição, e todos os times de menor expressão podem adotá-la – até o momento, só Friburguense e Cabofriense o fizeram.

Os torcedores levam uma garrafa ao estádio e trocam por uma entrada, sem a necessidade de valor adicional. Os clubes, em contrapartida, recebem um subsídio da Ferj de acordo com a quantidade de ingressos utilizados (de 1 mil a 1.

500 presentes, o prêmio é de R$ 10 mil; de 1.500 a 2 mil, prêmio de R$ 15 mil; de 2 mil a 2.

500, prêmio de R$ 20 mil..

.).

>> Média de pagantes não chega a 3 mil no Carioca; confira todas as estatísticasComo o número de pagantes publicado no borderô dessas partidas inclui tanto os torcedores que trocaram garrafas quanto aqueles que efetivamente compraram seus ingressos, fica difícil dizer o número exato de pessoas beneficiadas pela campanha até aqui. O fato é que os dirigentes estão comemorando os resultados.

Tabela de prêmios da campanha das garrafas- de 1 mil a 1.500 pessoas, clube recebe R$ 10 mil- de 1.

500 a 2 mil pessoas, clube recebe R$ 15 mil- de 2 mil a 2.500 pessoas, clube recebe R$ 20 mil- Não só no futebol, mas tudo que se faz em termos de campanha é interessante.

Essa estimula as pessoas a retornar ao estádio, dá mais público. Amanhã as pessoas estarão voltando ao estádio por livre e espontânea vontade, independente de estar com ou sem promoção.

Acho que essa campanha do Carioca é muito válida. Isso já foi feito anteriormente, “troque seu cupom fiscal por ingresso”.

O estádio fica cheio, motiva mais não só você dirigente, mas o elenco, os jogadores e sua comissão técnica. Você acaba incentivando o torcedor a retornar ao estádio.

Às vezes, aquele que estava sumido passa a ter o gostinho novamente de retornar – aprova Valdemir Mendes, presidente da Cabofriense.>> Confira a classificação completa da segunda fase do Campeonato CariocaAté o momento, a campanha das garrafas foi adotada em quatro partidas da competição: Friburguense 2 x 0 America (539 presentes), Cabofriense 1 x 0 Friburguense (2.

088 presentes), Friburguense 3 x 2 Resende (561 presentes) e Cabofriense 0 x 1 Macaé (1.563 presentes).

Em Friburgo, a ação não acarretou números expressivos, embora tenha ajudado a aumentar a média de aproximadamente 400 torcedores que o clube estava levando ao estádio ultimamente. Em Cabo Frio, sim, o resultado foi bem visível.

O público de 2.088 presentes, por exemplo, é o recorde da equipe nesta edição do Carioca e também a capacidade máxima que os órgãos de segurança permitem ao Correão.

 A prova de que a iniciativa foi aprovada pelos clubes é que ambos, tanto Cabofriense quanto Friburguense, acenaram com a continuidade da promoção nos próximos jogos em casa.- Essa é uma ideia muito boa para atrair público.

Ao mesmo tempo, principalmente em Friburgo, que tem muitos casos de dengue, ajuda na questão da preservação do meio ambiente. Acaba virando um ponto para recolher (as garrafas).

Lógico, atrai também uma melhoria de público. Já deu uma diferença boa.

Acho legal, é uma forma de atrair, já que nessa segunda fase, para quem não ficou entre os oito primeiros, a atração é muito pouca – acredita Siqueirinha, supervisor de futebol do Friburguense.Para a adoção da campanha, a condição imposta é de que as garrafas sejam encaminhadas a “uma cooperativa de reciclagem”.

O material recolhido é, portanto, responsabilidade do clube mandante.01incentivo financeiroAlém disso, ainda foi criada uma espécie de disputa entre os pequenos: quem leva mais torcedores ao estádio na segunda fase do Campeonato Carioca? O clube que obtiver a melhor média em jogos entre si (pequeno x pequeno) ao fim do turno receberá um prêmio de R$ 50 mil da federação.

Só concorrem, no entanto, as equipes que adotarem a campanha da garrafa. Portanto, Cabofriense e Friburguense são os únicos no páreo até o momento.

.

Fonte: Globo Esporte