por

Publicado às

00:54 de
25/03/16

19 leituras

O torcedor do Atlético de Madrid ganhou uma boa notícia nesta quinta-feira, 25. Em meio a pausa por conta de amistosos internacionais e Eliminatórias, o zagueiro Diego Godín voltou a treinar após lesão muscular na coxa direita sofrida no duelo de volta contra o PSV, da Holanda, pela UEFA Champions League, no dia 15.

A previsão inicial dos médicos foi de que o defensor uruguaio ficaria aproximadamente um mês longe dos gramados.

Com isso, seria inviável ele estar em campo no dia 5 de abril pelas quartas de final do maior torneio entre clubes do planeta diante do Barcelona. No entanto, com a volta antecipada aos treinamentos, o torcedor colchonero já começa a criar expectativas de ele estar no Camp Nou.

Segundo informações do diário Marca, da Espanha, Godín tem realizado trabalhos de sete horas diárias para recuperar-se da lesão e voltar à melhor forma física. Esse período é dividido em duas sessões, quatro horas pela manhã e outras três durante a tarde.

Depois, o zagueiro vai a campo para realizar treinos específicos com o preparador físico do Atlético de Madrid.
Godín não é o único defensor da agremiação madrilenha que está no departamento médico.

No último domingo, 20, o também uruguaio, José Gimenez, teve lesão muscular no bíceps femural direito contatada na partida contra o Sporting Gijón pelo Campeonato Espanhol e deverá ficar longe dos gramados por três semanas, muito provavelmente sendo desfalque certo para o duelo de ida das quartas de final da UEFA Champions League diante do Barcelona. No entanto, para o confronto de volta, marcado para dia 13, no estádio Vicente Calderón, o jogador charruo não deve ser problema.

Vale lembrar que o Atlético de Madrid conquistou sua classificação para as quartas de final do torneio europeu ao derrotar o PSV, da Holanda, nos pênaltis, após dois empates sem gols nos jogos de ida e volta.

.

Fonte: Torcedores.com