Nos últimos sete anos, apenas em uma temporada a diretoria
do Atlético-MG não contratou um jogador com passagens pelo rival Cruzeiro. Em
2012, quando o clube sagrou-se vice-campeão brasileiro, o então presidente
Alexandre Kalil mudou um pouco o perfil e não buscou nenhum ex-celeste.Em 2016 parecia que a história se repetiria.

Com as
contratações de Robinho, Clayton, Hyuri, Erazo, Cazares e Júnior Urso, o
presidente Daniel Nepomuceno caminhava para o mesmo feito de 2012. Mas as lesões de Victor e Giovanni fizeram com que um goleiro
fosse contratação em uma emergência.

E o escolhido foi Lauro.O goleiro é o 19º ex-cruzeirense contratado nos
últimos sete anos.

Ele passou pelo Cruzeiro de 2006 a 2008 e foi campeão
estadual em 2006. Lauro chegou a Belo Horizonte na manhã desta quarta-feira e vai passar por
exames antes de assinar com o Galo.

Ele chega para ser opção – assim como é o jovem Uilson – para a
meta da equipe, já que os goleiros Victor e Giovanni estão no departamento
médico. O “santo” titular se recupera de artroscopia no joelho
direito, enquanto Giovanni fraturou a face na partida contra o Tupi-MG.

Na
próxima semana, o Galo encara o Independiente del Valle, no Equador, pela
quinta rodada do Grupo 5 da disputa internacional. Lauro vai substituir Giovanni, sem previsão de retorno, na
relação de atletas enviada à Conmebol.

Segundo o regulamento da Libertadores, a
troca de goleiro, em caso de contusão, é permitida, mas o jogador que for
sacado não poderá voltar a atuar no torneio.Ex-rivaisDesde 2009, quando Alexandre Kalil assumiu a presidência do
clube, 18 nomes que passaram pelo Cruzeiro assinaram com o time alvinegro.

Assim que assinar o vínculo com o Galo, Lauro será o
segundo ex-rival contratado por Nepomuceno desde que eke assumiu a presidência, em
janeiro de 2015. O primeiro foi o atacante Thiago Ribeiro, que chegou ano
passado e se transferiu para o Bahia nesta temporada.

Em número gerais, essa relação leva em conta 14 atletas,
três treinadores e um dirigente que também estiveram no principal adversário: os técnicos Vanderlei Luxemburgo, Cuca e Paulo Autuori, e o diretor de futebol,
Eduardo Maluf, passaram pela Toca da Raposa antes de seguir para o Cidade do Galo.   Em 2009, primeiro ano da administração Kalil, quatro
jogadores chegaram ao clube trazendo o Cruzeiro no currículo: o meia Lopes, o volante
Renan, o atacante Alessandro e o volante Jonílson.

Número que se repetiu em
2010, quando a direção do Atlético-MG anunciou os nomes  de Vanderlei Luxemburgo, treinador que levou
o Cruzeiro à conquista da Tríplice Coroa em 2003; Eduardo Maluf, dirigente que
trabalhou por quase dez anos na Toca da Raposa; e os laterais  Leandro Silva e Fernandinho. O lateral-direito Patric e o atacante Guilherme chegaram à
Cidade do Galo em 2011.

Mesmo ano em que o técnico Cuca e o zagueiro Leonardo
Silva foram contratados, logo depois de defenderem o Cruzeiro. Em 2013, outros dois ex-cruzeirenses foram anunciados pela diretoria atleticana: os atacantes
Alecsandro e Araújo.

No ano seguinte, Paulo Autuori, campeão da Libertadores de
1997 pela Raposa, assumiu o comando da equipe alvinegra. O zagueiro Edcarlos e
o meia Maicosuel assinaram com o Galo em 2014.

No ano passado, Thiago Ribeiro
trocou o Santos pelo Atlético-MG – mas já deixou o clube mineiro.Confira a lista atleticanos com passagem pelo Cruzeiro,
desde 2009:Lopes (meia) – 2009Renan (volante) – 2009Alessandro (atacante) – 2009Jonílson (volante) – 2009Vanderlei Luxemburgo (treinador) – 2010Eduardo Maluf (diretor de futebol) – 2010Leandro Silva (lateral-esquerdo) – 2010Fernandinho (lateral-esquerdo) – 2010Patric (lateral-direito) – 2011Leonardo Silva (zagueiro) – 2011Guilherme (atacante) – 2011Cuca (treinador) – 2011Alecsandro (atacante) – 2013Araújo (atacante) – 2013Paulo Autuori (treinador) – 2014Edcarlos (zagueiro) – 2014Maicosuel (meia) – 2014Thiago Ribeiro (atacante) – 2015Lauro (goleiro) – 2016
.

Fonte: Globo Esporte