Em busca da manutenção da invencibilidade no Campeonato Catarinense, o Joinville entra em campo neste sábado, 18h30, diante do Avaí, na Ressacada. O JEC é vice-líder, dois pontos atrás da Chapecoense e espera um tropeço do Verdão do Oeste para voltar à ponta da tabela.Para isso, o JEC busca superar alguns obstáculos.

O primeiro é suas próprias dificuldades dentro das partidas. O técnico Hemerson Maria tira o empate com o Metropolitano, na última quarta-feira, como exemplo.

Um resultado desperdiçado por uma desatenção.- O Campeonato Catarinense serve de preparação para a Série B, embora
lutemos para alcançar o título.

Algumas situações servem de
experiência, como jogar com 10 atletas e a adequação no decorrer do
jogo. Tem também sair na frente, sair atrás, tentar a virada, buscar um
resultado.

Contra o Metropolitano ocorreu de sofrermos o gol e a equipe
manter o equilíbrio. O gol da possível vitória saiu aos 40 do segundo
tempo, sem desespero e em jogadas construídas.

Falta para nós a
concentração durante os 90 minutos, não podemos perder a intensidade no
fim da partida. Bato nesta tecla para não desperdiçarmos os resultados.

Poderíamos ter dois pontos a mais  – disse o técnico.Outro ponto destacado pelo treinador é o momento do Avaí.

O Leão não vence há cinco partidas e está pressionado. Em casa, tenta mudar o panorama, até para evitar os riscos de rebaixamento após não somar nenhum ponto no returno.

– Contra o Avaí a ideia é que evolua mais, com grau alto de maturidade. Temos que tirar proveito em momento psicológico ruim do Avaí.

Perderam confiança, que não pode voltar contra nós – analisou Hemerson Maria.Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.

com/sc
.

Fonte: Globo Esporte