Um dos terroristas responsáveis pelos atentados que causaram
mais de 30 mortes semana passada em Bruxelas se passou por um ex-jogador do
Inter de Milão para cruzar as fronteiras italianas. É o que diz o jornal “Gazzetta
dello Sport” nesta terça-feira.De acordo com o tradicional diário esportivo da Velha Bota,
o terrorista Khalid El Bakraoui falsificou a documentação do meia Ibrahim
Maaroufi, ex-jogador do Inter de Milão que hoje defende o belga FC Schaerbeek,
para viajar através da Europa e alugar apartamentos.

Não há qualquer evidência entre uma possível ligação entre o
terrorista, que se suicidou durante os atentados em Bruxelas, e Maaroufi, que é
italiano com ascendência marroquina. Em contrapartida, um argelino suspeito de
falsificar documentos falsos para os atentados de Paris e Bruxelas foi preso
sábado passado na Itália.

.

Fonte: Globo Esporte