A presença de Marquinhos dentro das quatro linhas é sentida no Avaí no início da temporada. Os conselhos, gols de falta, boas jogadas e a liderança faltam ao time que é o lanterna no returno do Campeonato Catarinense e não tem mais chances de conquistar o título estadual. Na coletiva em que falou dos problemas do time do coração, o meia também revelou estar ansioso pelo retorno aos gramados com a camisa azul e branca.

No momento em que o clube passa por uma má fase no estadual, com seis derrotas em sequência e a demissão de Raul Cabral do comando técnico, a tristeza por não poder ajudar ainda é maior.- Minha volta já esteve mais longe.

Conforme passa o tempo, a ansiedade é maior. Já é a minha terceira cirurgia e estou calejado.

Mas nesse momento queria estar dentro de campo. Eu ia bater no peito e ajudar essa meninada.

Fico ansioso para voltar, mas sei que não dá para voltar antes do tempo. Tem que ter calma.

Agora, dou uns conselhos de fora – contou.Sem usar a camisa 10 em uma partida oficial desde o mês de novembro, quando passou por uma cirurgia no joelho, Marquinhos segue no departamento médico.

Na ocasião, o médico do Avaí, Luis Fernando Funchal, revelou que a necessidade de seis meses até Marquinhos esteja apto para entrar em campo novamente. Desta forma, ele não irá defender o Leão da Ilha no estadual de 2016.

A expectativa é pelo retorno apenas na Série B do Campeonato Brasileiro, onde vai ajudar o time de Florianópolis a voltar à primeira divisão.Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.

com/sc
.

Fonte: Globo Esporte