Ainda vivo na luta contra o rebaixamento no Paulistão, o Mogi Mirim terá pela frente um extenso tabu contra o Palmeiras, domingo, às 16h, no Vail Chaves, pela última rodada da primeira fase. O Sapo jamais venceu o Verdão como mandante em seu estádio e, por isso, precisa acabar com esse jejum se quiser permanecer na elite estadual por mais uma temporada. Sapo e Verdão se enfrentaram em 17 jogos no Vail Chaves, sendo oito vitórias do Palmeiras e outros nove empates.

A última partida na casa do Mogi Mirim ocorreu em 2013, no empate por 2 a 2. Naquela ocasião, o atacante Roni marcou os dois gols do time mandante, enquanto os paulistanos fizeram com os volantes Souza e Márcio Araújo.

>> Mogi confirma jogo contra o Palmeiras em casa e inicia a venda de ingressosO Mogi, aliás, não vence o Palmeiras desde 2005, quando fez 2 a 1 pela primeira fase do Paulistão em confronto no Palestra Itália. Agora, em situação complicada, o Sapo precisa vencer o Verdão e, ainda, torcer para que ocorra pelo menos dois tropeços nos jogos de Botafogo, Ferroviária ou Água Santa.

Se dois deles não vencerem, a queda para a A2 não se concretizará.– Acredito nos meus jogadores e na vibração que eles irão entrar em campo.

Todos nós sabemos da importância da partida e que teremos que quebrar qualquer tabu e superar seja qual for a dificuldade para nos mantermos na Série A1 do Paulista – disse o presidente Luiz Henrique de Oliveira.
.

Fonte: Globo Esporte