Técnico, psicólogo, amigo e voz do Bom Senso FC, o técnico Paulo Autuori completa um mês no comando do Atlético-PR nesta quinta-feira. Anunciado no dia 7 de março, ele assumiu várias funções. Além de treinar e escalar o time, deu atenção especial à parte psicológica.

Em várias entrevistas, destacou a importância de trabalhar a “força mental” dos jogadores. Mesmo em pouco tempo, o técnico de 59 anos estreitou a relação e virou amigo de muitos no clube.

É o que destaca o meia-atacante Nikão, titular em quatro dos seis jogos com o chefe.- O Paulo é um treinador que dispensa comentários.

Por onde passou, ganhou,
foi  campeão. Todos nós temos que respeitar, é um cara que tem muito a
ajudar o futebol brasileiro e um cara que veio para nos ajudar, que
entende bastante taticamente.

Parceiro, amigo de todo mundo, trata
todo mundo igual – falou Nikão em entrevista na semana passada.Trabalhando em várias frentes, Paulo Autuori começa a colher os frutos dentro de campo.

Ele assumiu com o Furacão no terceiro lugar do Campeonato Paranaense. Venceu o PSTC, mas perdeu o clássico Atletiba e o duelo com o Toledo e terminou no quinto lugar.

Na sequência, ficou no 1 a 1 com o Londrina na partida de ida das quartas de final. Em paralelo, os comandados de Autuori eliminaram o Flamengo na semifinal da Primeira Liga e ficaram no 1 a 1 com o Brasil-Pel na estreia pela Copa do Brasil.

São, portanto, duas vitórias, dois empates e duas derrotas.Nas próximas semanas, o técnico vai encarar uma sequência de partidas decisivas.

No domingo, o Furacão recebe o Londrina precisando vencer para chegar à semifinal. Na quarta-feira seguinte, enfrenta o Brasil de Pelotas também valendo vaga.

E no dia 20, uma quarta-feira, disputa o título da Primeira Liga diante do Fluminense, fora de casa.Confira tambémIngressos para jogo Atlético-PR x Londrina estão à vendaQuem deve ser titular na lateral esquerda? Vote na enqueteWeverton e Vinícius são absolvidos e ficam à disposiçãoWalter treina à parte e deve ser desfalque nas quartas de finalDesde a primeira entrevista coletiva, Paulo Autuori serviu como uma “voz do Bom Senso FC” – movimento comandado por jogadores, ex-jogadores e outras pessoas envolvidas no futebol brasileiro que buscam melhorias no esporte.

Ele costuma dizer que não critica (por conta própria) o excesso de jogos porque essa é a realidade atual. Mas, sempre que questionado sobre o pouco tempo de preparação, por exemplo, ele pede mudanças no calendário:Anunciado no dia 7 de março, técnico Paulo Autuori tem duas vitórias, dois empates e duas derrotas em seis jogos à frente do Atlético-PR – Enquanto não pararem para pensar o calendário, vai ser assim.

Cada vez mais, antes de o jogo começar, você vê torcedores gritando raça. Mas querer não é poder.

Dentro dessa ideia, nós queremos ter uma equipe homogênea. Mesmo com um calendário deste, algumas têm Copa do Brasil e estaduais.

Mas outras não têm e têm tempo longo para trabalhar – comentou o treinador durante uma coletiva em março.O próximo desafio de Paulo Autuori e companhia será contra o Londrina, às 16h (horário de Brasília) de domingo, na Arena da Baixada, pela partida de volta das quartas de final do Campeonato Paranaense.

O técnico não deverá ter o atacante Walter, em recuperação de lesão na coxa, mas pode escalar o goleiro Weverton e o meia Vinícius, absolvidos em julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PR).Confira os resultados do Atlético-PR com Paulo AutuoriAtlético-PR 4×0 PSTC – 9ª rodada do Campeonato ParanaenseBrasil de Pelotas 1×1 Atlético-PR – primeira fase da Copa do BrasilAtlético-PR 0x2 Coritiba – 10ª rodada do Campeonato ParanaenseFlamengo 0x1 Atlético-PR – semifinal da Primeira LigaToledo 3×2 Atlético-PR – 11ª rodada do Campeonato ParanaenseLondrina 1×1 Atlético-PR – quartas de final do Campeonato ParanaenseConfira mais notícias do esporte paranaense no globoesporte.

com/parana
.

Fonte: Globo Esporte