O Vila Nova oficializou a demissão do técnico Leandro Niehues na manhã desta sexta-feira, mas acabou cometendo uma gafe: errou a grafia do sobrenome do treinador na postagem feita no Instagram pelo perfil oficial do clube.Ao invés de Niehues, o Vila escreveu “Niuheus” ao anunciar a saída do ex-comandante, demitido 13 dias depois de ter sido contratado junto ao Rio Branco-PR. Nesse período, o técnico dirigiu a equipe em quatro jogos – uma vitória, dois empates e uma única derrota – 41% de aproveitamento.

– Leandro Niuheus  não mais é o técnico do Vila Nova. Assume Rogério Mancini – diz o post.

Leandro Niehues foi comunicado do desligamento na noite de quinta-feira, após empate sem gols diante do Gama pelas quartas de final da Copa Verde. O treinador chegou a conceder entrevista coletiva depois do jogo, mas em seguida acabou sendo demitido pela diretoria colorada.

 A assessoria de imprensa do Vila alegou que a troca de técnico foi motivada pelo baixo rendimento de Niehues. O clube destacou que ele tinha bom relacionamento com o elenco.

Rogério Mancini, auxiliar da comissão técnica permanente do clube, foi efetivado até o fim do Campeonato Goiano.O próximo jogo do Vila Nova é o clássico contra o Atlético-GO, às 16h de domingo, no estádio Serra Dourada.

A partida é válida pela segunda rodada do terceiro turno do estadual.Confira mais notícias do esporte goiano no globoesporte.

com/go
.

Fonte: Globo Esporte