Fagner, é que aquele atleta que sempre será visto como garoto, sempre foi muito veloz, foi destaque nas bases do Corinthians, chegou ao profissional, mas não firmou, e ai começou a jornada, passando por diversos clubes, entre eles, o Vasco da Gama do Rio de Janeiro, até que chegou o momento, em que Fagner voltou ao clube que o revelou. Com a aposentadoria do capitão Alessandro, em 2014, já com Mano Menezes no comando, o lateral assumiu a titularidade.
Mas foi em 2015, que provavelmente tenha começado o maior “upgrade” de sua carreira.

Com a perda de diversos medalhões na equipe, Fagner, que já não é mais nenhum menino, assumiu parte da liderança do grupo, superou todas as barreiras necessárias, e junto com o restante do elenco, a partir do segundo semestre de 2015,com Tite no comando, atingiu o que pode dizer, o auge de sua carreira, apresentando o fino do seu futebol. Como sempre teve como arma seu arranque ao fundo do campo, Fagner conseguiu corrigir seu defeito, a recomposição defensiva, e por assim, tornar-se talvez o lateral mais completo que atua no Brasil na atualidade.

O lateral brilhou na conquista do Hexa, viu de perto o desmanche sofrido pela tão brilhante equipe que tinha ao lado, e agora, em meados de março de 2016, há essa altura, a equipe, reformulada, volta a apresentar um excelente futebol. Porem, o que surpreende, é que Fagner não possui altos e baixos, seu rendimento em alto nível já bera 1 ano direto.

Não me recordo de uma partida que possamos dizer que o lateral foi mau no jogo.
As subidas ao ataque, quase sempre resultam em lances de perigo, em 2015 com Jadson e agora com Giovanni Augusto, o jogador faz triangulações muito rápidas e efetivas.

E agora surgiu a pergunta; Porque Fagner não esta na seleção? Tendo em vista que o nosso titular Daniel Alves, apesar de ser espetacular jogando pelo Barcelona, não consegue o mesmo rendimento com a amarelinha, e assim, não enxergo outro atleta que possa suprir essa necessidade.
Chegou o momento em que vários veículos de comunicação começam questionar a não presença do lateral nas convocações do técnico Dunga, afinal, as laterais talvez sejam as posições com a vaga mais aberta do elenco, e também os que estão sendo convocados, estão longe de carimbarem 100% sua vaga na seleção.

Por fim, acredito que a convocação de Fagner é apenas questão de tempo, Dunga tende sempre a demorar para convocar algum destaque, seja jogando no Brasil ou na Europa, mas, com a estabilidade do alto nível de futebol que o lateral-direito do timão vem jogando, dificilmente ficará fora das convocações da seleção Brasileira.
Foto: Reprodução/Facebook

.

Fonte: Torcedores.com