LEIA MAIS
VEJA 10 NOTÍCIAS DO PALMEIRAS QUE ESTÃO BOMBANDO NESTA TERÇA-FEIRA
OPINIÃO: O NOVO PALMEIRAS
O Palmeiras é um time em que tudo o que faz ou diz pode (e é) usado contra quem estiver no comando, ou fora dele, nos momentos em que a coisa esquenta e os resultados não aparecem. Se traz ou não reforços, se diz que o time vai ou não ser campeão, se as decisões que toma são boas não, preço dos ingressos, relação com torcida… Enfim, a lista é enorme demais para um time como deveria ser o Alviverde.
Dirigente diz isso ou aquilo, pode ter certeza que será apedrejado em breve por um opositor, em especial aqueles que sempre adoram holofotes.

Contratação? Nem precisaria começar a dissertar sobre isso, pois você deve saber o que acontece quando alguém é contratado no Palmeiras. Se está bem, o cara é uma fera, se não, tem que mandar embora e contratar outro.

Técnico, então…
Parece que dentro do time não existe algo como ‘todos lutando pelo bem da equipe’. Existe sim gente que luta para que as coisas funcionem e outros que fazem o contrário só para poder vender ‘dificuldades disfarçadas de facilidades’, como eu diria.

É nesses momentos de crise que máscaras começam a cair e a real intenção de palmeirenses que se dizem mais palmeirenses do que tudo na vida aparece e sabemos que pensam mais no ‘puder’ do que no time pelo qual afirmam torcer.
Não posso eu dizer aqui dizer o que está certo e o que está errado porque não é essa a intenção deste texto, mas sim de tentar (ainda que não consiga) avisar as cabeças que mandam no Palestra (e as que não mandam) que parem de dizer coisas apenas para extravasar problemas e rixas com dirigentes e estilos de comando.

Lembrem-se que todos deveriam estar lutando pelo Palmeiras e deixando vaidades bobas de lado para dar uma mão ao Cuca e aos jogadores. Ir lá em campo e dizer que vão apoiar até o fim e que vão fazer de tudo para que o time saia dessa.

Provavelmente não irão dar ouvidos se alguém disser-lhes isto, tão envoltos em luta política e pelos prazeres que o poder dá, pouco se lixando para o que o time precisa ou não a não ser para conseguir votos e poder absoluto. Mas eu, como torcedor e pessoa que posso e quero expressar minha opinião, que todos parem de falar e olhem para o time e se unam para ajudar o pessoal, mesmo se não gostam desse ou aquele.

Em suma, o primeiro dos direitos dos Miranda rights serve direitinho para o Palmeiras de hoje: ‘Você tem o direito de permanecer em silêncio’.
Que ajudem o time.

Se não, fiquem calados
(Crédito da foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

.

Fonte: Torcedores.com