Sem conseguir furar o sistema defensivo do Red Bull no início da partida, o Verdão foi para cima e Rafael Marques caiu na área. O time todo parou para pedir pênalti, mas o juiz mandou a jogada seguir e e Red Bull saiu rápido com Thiago Galhardo, que aproveitou um lindo contragolpe para abrir o placar. Na jogada, o camisa 10 do time do interior ganhou na velocidade de Edu Dracena e driblou Fernando Prass antes de empurrar para o gol aberto.

Confira o gol de Thiago Galhardo:
O Palmeiras sentiu o baque do primeiro gol e se desconcertou ainda mais. Pouco antes do intervalo, após cobrança de escanteio, o centroavante Roger apareceu livre na marca do pênalti e cabeceou para ampliar o marcador e a vantagem do Red Bull.

Confira o gol de cabeça, de Roger:
Após o intervalo, o Verdão voltou com Alecsandro no lugar de Jean e pouco depois Zé Roberto entrou na vaga de Erik.
As trocas deram certo e, após cruzamento de Rafael Marques para a área, Allione ajeitou de cabeça e Alecsandro diminuiu o placar.

Por enquanto, Palmeiras 1 x 2 Red Bull. Foi o quinto gol do camisa 29 na temporada, o sétimo com a camisa do alviverde.

Confira o gol de Alecsandro que diminuiu a desvantagem do Verdão:
Após o gol, o Palmeiras seguiu melhor, mas após uma bola longa lançada na área, Vitor Hugo se chocou de cabeça com um zagueiro do Red Bull e teve de sair direto para o hospital. Como Cuca já havia feito três substituições – Dudu também saiu ainda na primeira etapa, para a entrada de Allione -, o Verdão passou a jogar com um a menos até o fim do jogo.

Mesmo assim, o clube palestrino quase conseguiu empatar com um chute de Rafael Marques de frente com o goleiro, mas Saulo defendeu.
E não deu para o Verdão, que saiu vaiado e com a torcida cantando: “Time sem vergonha!”
Fim de jogo: Palmeiras 1 x 2 Red Bull e terceira derrota consecutiva sob o comando de Cuca.

.

Fonte: Torcedores.com