O Fluminense venceu o Madureira por 3 a 1 neste sábado, e assumiu provisoriamente a liderança da Taça Guanabara (com uma partida a mais que o Vasco, que enfrenta o Volta Redonda neste domingo). Foi o sétimo jogo com o técnico Levir Culpi, que ainda não perdeu com o Tricolor: são sete jogos com quatro vitórias e três empates. Para o comentarista Raphael Rezende, a equipe das Laranjeiras está ganhando um padrão e jogando com simplicidade.

– É um Fluminense encorpando na temporada. O quanto já tem de dedo do Levir, acho que vai muito mais para o lado da simplicidade, da confiança que ele traz para o time fazendo o simples.

O time tem uma circulação de bola mais tranquila, tem aproximação entre os jogadores e consegue ser superior ao adversário, dentro das circunstâncias  que vão se apresentando dentro do jogo – disse o comentarista.Fluminense venceu o Madureira por 3 a 1 no sétimo jogo com Levir (Foto: Nelson Perez /Fluminense FC)Apesar dos elogios, Raphael Rezende ainda acredita que o Fluminense precise de reforços para chegar ao Campeonato Brasileiro com chances de brigar pelas primeiras posições.

– Pensando em crescimento, em um time mais forte para a temporada, o
Levir falou sobre contratações. Eu imagino uma para a lateral esquerda,
já que o Wellington Silva está sendo improvisado.

A questão do cobertor
curto do Cícero. A ideia é usá-lo próximo ao Fred porque tem presença de
área e sabe finalizar bem.

Mas quem faz a saída de bola? O Fluminense
deve contratar para o meio de campo e talvez um jogador de lado, de
movimentação, para somar ao Osvaldo e ao Marcos Júnior. Deve encorpar o
grupo para atingir voos mais altos no campeonato.

O Fluminense faz ainda mais duas partidas pela Taça Guanabara, contra o Volta Redonda (no Raulino de Oliveira) e contra o Vasco (na Arena da Amazônia). O Tricolor ainda está na final da Primeira Liga, contra o Atlético-PR.

A partida será no dia 20, em Juiz de Fora.
.

Fonte: Globo Esporte