A vitória apertada por 1 a 0 contra o Benfica, em Munique, pela jogo de ida da Liga dos Campeões, despertou o sinal de alerta no torcedor do Bayern, que esperava uma vantagem maior, principalmente após o gol marcado logo aos dois minutos. A cobrança por boa atuação e resultado construídos com muitos gols incomoda Pep Guardiola, que acredita em uma pressão maior na equipe. Em entrevista coletiva ainda na Arena do Bayern, o espanhol destacou a diferença de mentalidade entre torcedores do time alemão e do clube português.

 – Em Portugal, o Benfica tem que ganhar o campeonato nacional e a taça. Em Munique, se não conseguir vencer com muitos gols, de nada vale.

 Segundo Guardiola, o bom nível do Benfica fora de casa não assustou. O treinador não poupou elogios ao trabalho realizado por Rui Vitória nos “Encarnados”, mas mostrou confiança em um resultado positivo em Portugal.

 – Era esse o Benfica que eu esperava, não me surpreende em nada. É uma equipe que não deixa espaço entre as linhas, se movimenta bem com a bola, é complicado fazer gols.

Vi o vídeo do jogo contra o Sporting e eles também não criaram muitas chances. Tivemos oportunidades o bastante para sair com um resultado melhor.

Controlamos bem o jogo, mas cometemos alguns erros que deram chances para eles. Vamos até Lisboa para vencer, confio na minha equipe.

 Para Manuel Neuer, pouco exigido durante a partida, mas fundamental após defesa em chute de Jonas, a defesa do Benfica merece os elogios. De acordo com o goleiro, assim como o treinador, não conseguir uma goleada em toda a partida é algo natural.

 – Foi como no jogo contra o Frankfurt. Tivemos poucas chances, a defesa do Benfica fez um bom trabalho.

Os quatro jogadores mais recuados trabalharam muito bem. Não conseguimos marcar o segundo gol, mas as vezes o placar de 1 a 0 tem que ser suficiente.

 
.

Fonte: Globo Esporte