Quando os três querem, não tem briga. O ditado não é bem assim, mas, nesse caso, pode se aplicar à situação de Leandro Domingues no Vitória. Com contrato até o fim deste mês, o meia tem interesse em continuar e conta também com a confiança e o desejo da diretoria e do técnico Vagner Mancini para prolongar o seu vínculo com o clube.

Se já era uma tendência, a continuidade de Leandro Domingues no Vitória ganhou ainda mais força depois da grande apresentação dele na última partida do time contra o Flamengo de Guanambi, jogo de volta das quartas de final do Campeonato Baiano. Em sua primeira partida como titular, o meia foi um dos destaques do confronto e ainda foi ovacionado pela torcida rubro-negra ao ser substituído.

– Ele agradou, fez um partidão. Espetáculo de jogador, diferenciado.

O nosso contrato com ele tende a ser elastecido. É importante para nós – afirmou o presidente do Vitória, Raimundo Viana, em entrevista ao GloboEsporte.

com.A bem da verdade, Leandro Domingues não precisou de muito tempo no Vitória para agradar Mancini e a diretoria.

Anunciado pelo clube no dia 18 de janeiro, o jogador de 32 anos fez um contrato curto já que voltava de uma lesão grave no joelho e precisava de tempo para se recuperar fisicamente antes de entrar em campo. Em sua apresentaçãoo, Domingues já havia comentado sobre a possibilidade de continuar após o término do vínculo.

– Fiquei muito feliz [com o retorno], até porque também tive propostas de outros clubes para contrato de um ano. Preferi ficar no Vitória, porque gosto do Vitória, pela estrutura.

Vou fazer o melhor para ganhar condição o mais rápido possível para, depois de quatro meses, a gente sentar e conversar – disse Leandro Domingues na ocasião.Ele agradou, fez um partidão.

Espetáculo de jogador, diferenciado. O nosso contrato com ele tende a ser elastecido.

É importante para nós.Pouco mais de 30 dias depois de ser anunciado como reforço, Leandro Domingues ficou à disposição do técnico Vagner Mancini para o jogo contra o Jacobina, mas se machucou e adiou a sua estreia para o duelo contra o Bahia, 21 dias depois.

Ele entrou no segundo tempo no clássico, assim como na partida seguinte, contra o Flamengo de Guanambi, no primeiro jogo das quartas. Somente em seu terceiro jogo pelo Leão, na partida de volta contra o Beija-flor do Sertão, que Domingues foi titular.

 – Não tenha dúvida [que pretende contar com ele até o restante da temporada]. O Leandro era alguém que a gente sabia que desde o início deveria dar a ele tempo para que pudesse mostrar aquilo que todos nós sabemos.

Felizmente, ele jogou bem esse último sábado, entrou bem nos últimos jogos também. Acho que é uma tendência que ele fique no clube, até porque é o desejo do atleta também – afirma o técnico Vagner Mancini ao GloboEsporte.

com. Ao todo, nas três partidas disputadas até aqui pelo Leão, o camisa 30 esteve em campo em pouco em 127 minutos.

Nesse tempo, ele não fez gol nem deu uma assistência direta para gol, mas, principalmente no último jogo contra o Flamengo de Guanambi, ajudou com o reconhecido toque de qualidade no meio-campo e participou das principais jogadas ofensivas nessa partida. Contudo, para o vice-presidente do Vitória, Manoel Matos, não foi o bom desempenho neste jogo que fez com que o clube tivesse interesse na permanência do jogador.

– Isso [renovação] já tem uma conversa atrás. Desde lá de trás, não só porque está jogando bem.

Ele tem interesse e o Vitória tem. A intenção é [renovar] até o final até o final do ano.

Estamos gostando da atitude dele. Ele é identificado com o clube.

Como nós ele tem interesse, o Vitoria tem interesse. Era o planejamento – disse o vice-presidente do GloboEsporte.

com. Saiba mais:Fique por dentro das notícias do esporte baianoClique aqui e assista a vídeos do Vitória
.

Fonte: Globo Esporte