Antes mesmo de receber um eventual convite para disputar a Copa Paulista, torneio com início previsto para julho, o Noroeste anunciou neste sábado que não participará da competição. Após reunião com empresários da cidade na noite de sexta-feira, a diretoria decidiu que a prioridade do clube neste segundo semestre será buscar o equilíbrio financeiro visando a disputa da Série A3 do ano que vem.– É claro que nós e o torcedor gostaríamos de ver o time profissional disputando uma competição importante no segundo semestre, mas infelizmente não dá.

Estamos focados nas dívidas que precisamos honrar – explicou o vice-presidente Rafael Padilha.Além de não jogar a Copa Paulista, a diretoria anunciou que emprestará a um clube parceiro vários de seus atletas e que terá em campo, neste segundo semestre, apenas os garotos de suas equipes de base, em especial do sub-15 e sub-17, que estrearam neste sábado no Campeonato Paulista com vitórias fora de casa sobre a Ferroviária, por 1 a 0 e 2 a 0, respectivamente.

Para justificar a decisão, a diretoria listou apenas questões financeiras. Lembrou que o clube mantém equipes nas categoria sub-13, sub-15 e sub-17, com 41 garotos, sendo a metade deles alojados no Complexo Alfredo de Castilho, o que gera uma despesa fixa de cerca de R$ 12 mil apenas com água e energia.

Há também uma indefinição na renovação do contrato de aluguel do Ginásio Panela de Pressão, imóvel que pertence ao clube e cuja dívida de IPTU está avaliada em cerca de R$ 1,5 milhão.SAIBA MAISLeia mais notícias do NoroesteConfira outras matérias do TEM EsporteO principal entrave segue sendo a dívida trabalhista do clube, com cerca de 40 ações que ainda registram um passivo de R$ 1,3 milhão – outros R$ 900 mil já foram quitados pela atual diretoria.

Outro motivo apontado pela diretoria para não disputar a Copa Paulista seria seu alto custo, estimado em R$ 400 mil. O presidente Emílio Brumati avalia que as metas estão sendo cumpridas.

– Assumimos o clube em 2012 e em termos de futebol a meta é a longo prazo. O momento é de quitar dívidas trabalhistas para conseguirmos montar uma equipe forte para a Série A3 de 2017, em busca do acesso à A2 – disse Brumati, através da assessoria de imprensa do clube.

Base emprestadaApós garantir a permanência na Série A3, o time profissional do Noroeste foi liberado. O atacante Tuxa e o meia Octávio aguardam desfecho de negociação de empresários que os negociam com um time da França.

 Os goleiros Pedro, Joseílson, o zagueiro Diego Bebê, o lateral-direito Silval, os volantes Xavier e Wesley, o meia Caio e o atacante Celsinho, todos revelados pelo Noroeste, que disputaram a Copa São Paulo de Futebol Junior e estavam no elenco da A3, serão emprestados para um clube parceiro, que será anunciado nas próximas semanas.O técnico Vitor Hugo e o preparador-físico Diego Kami Mura também foram liberados, mas a diretoria revela o interesse de contar com ambos e toda a comissão técnica, a partir de novembro, para a montagem do elenco que disputará a Série A3 de 2017.

.

Fonte: Globo Esporte