O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, foi o convidado do programa Bola da Vez, da ESPN Brasil, nesta semana. A atração será exibida nesta terça-feira (29), a partir das 21h30. Entre tantos assuntos importantes envolvendo o Grêmio e o futebol brasileiro, o mandatário gremista defendeu a volta do sistema de mata-mata no Campeonato Brasileiro.

Segundo ele, o formato antigo torna o campeão “mais legítimo”.

Cinco grandes clubes que já sentiram na pele as cornetas do Íbis
Jornal gaúcho diz que Inter ainda tem interesse em meia do Palmeiras
Bolzan ainda sugeriu um novo sistema a ser adotado, diferente do antigo que os brasileiros se acostumaram a ver até 2002, quando os oito primeiros se classificavam à segunda fase e disputavam quartas, semi e final.

O presidente gremista sugeriu o encontro dos dois campeões de turno, com os dois times de melhor aproveitamento, e, no final, um quadrangular.
“Pega o melhor do primeiro turno, classifica um.

Pega o melhor do segundo turno, classifica outro. Pega os dois melhores no aproveitamento geral, classifica dois.

Daí, quadrangular, playoff, e o campeão sai legitimado. Ser tiver coincidência de um clube classificar nos dois critérios, pega o próximo.

Tornaria muito mais legítimo”, indicou Romildo.
Porém, segundo Bolzan, a sua reivindicação não tem nada a ver com a fama do Grêmio em ser “copeiro” nas competições de mata-mata.

Ele até lembrou que o Grêmio vive um jejum de títulos. A última grande conquista do tricolor foi em 2001, na Copa do Brasil, em final vencida sobre o Corinthians.

.

Fonte: Torcedores.com