O Avaí atravessa uma crise também fora do campo. Diante do ambiente de pressão no clube, há a possibilidade de o presidente Nilton Macedo Machado deixar o cargo no Leão da Ilha. Em entrevista à rádio CBN Diário, o presidente do Conselho Deliberativo (CD) do clube avaiano, Alessandro Abreu, afirmou que há a possibilidade de mudanças na direção do Leão e que fatos novos podem surgir a partir de segunda-feira, após o clássico com o Figueirense, no Scarpelli.

– Acredito que sim (que pode haver mudanças na semana que vem). Nosso propósito é estabelecer um cronograma, desde o momento que é dado como certo uma eventual renúncia do presidente.

Trabalhamos com um cronograma de datas, para fazer a transição, chamar uma nova eleição e conversar com avaianos que possam assumir o clube. A gente está deixando aberto para todos, fazendo de forma pacífica e para não atrapalhar o clube – comentou o dirigente.

 O papel do Conselho é evitar que uma possível troca no comando do Avaí seja um processo traumático para o clube. Para isso, Abreu pede a união das forças políticas do Leão, no intuito de reerguer o Avaí.

 – O conselho está intermediando toda essa situação, há umas três semana já, para que a instituição não seja prejudicada e que possa se reerguer. Há um desgaste natural da instituição e isso faz com que o melhor caminho seja uma mudança.

O que a gente busca agora é o consenso e uma preparação na Série B – acrescenta.Caso Nilton deixa a presidência do time azurra, quem deve assumir é o vice Francisco José Battistotti.

No entanto, também existe a possibilidade de o primeiro dirigente na linha sucessória deixar a diretoria. Na opinião de Abreu, o melhor caminho é a transição para um novo grupo comandar o clube.

 – Acredito que deve prevalecer o bom senso. Exige para o bem do Avaí um caminho novo, que possamos trabalhar uma transição.

Que tenha novos projetos, com sangue novo e buscar essa união. Acabar com essa história de posição e oposição.

O Conselho Deliberativo está trabalhando há bastante tempo. Temos que pensar na instituição do Avaí.

Hoje há uma direção que está desgastada. Precisamos da união dos setores e de gente nova.

Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.com/sc
.

Fonte: Globo Esporte